PROGRAMAÇÃO
CIENTÍFICA

  • 31
    de outubro
  • 01
    de novembro
  • 02
    de novembro
  • 03
    de novembro
  • 04
    de novembro
  • 31 de outubro | Sábado
    Tutorial
    07:50-13:00 Tutorial Uropediatria
    Sala 360º
     

    Coordenador
    Ubirajara Barroso Junior
    07:50 - 08:00 Abertura
    Palestrante - UBIRAJARA DE OLIVEIRA BARROSO JUNIOR
    08:00 - 08:30 Ponto e Contraponto: Antibiótico Profilaxia em Refluxo Vésico-Ureteral de Baixo Grau
    Moderador - GEORGE RAFAEL MARTINS DE LIMA
    08:00 - 08:10 Contra
    Palestrante - ADRIANO ALMEIDA CALADO
    08:10 - 08:20 A Favor
    Palestrante - JOSÉ MURILLO BASTOS NETTO
    08:20 - 08:30 Discussão
    08:30 - 09:00 Protocolo de Investigação na Infecção urinária
    Moderador - GILMAR DE OLIVEIRA GARRONE
    08:30 - 08:40 Top-Down
    Palestrante - JOSE DE BESSA JUNIOR
    08:40 - 08:50 Bottom-Up
    Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    08:50 - 09:00 Discussão
    09:00 - 09:30 Conferências 1 e 2
    Presidente - GEORGE RAFAEL MARTINS DE LIMA
    09:00 - 09:15 Conferência 1: Interferência biológica na adequação do gênero das crianças com distúrbios de diferenciação sexual
    Palestrante - UBIRAJARA DE OLIVEIRA BARROSO JUNIOR
    09:15 - 09:30 Conferência 2: Correção da mielomeningocele intraútero. O que muda?
    Palestrante - ANTONIO MACEDO JR
    09:30 - 10:20 Mesa Redonda - Urologia de consultório
    Moderador - ANTONIO MACEDO JR
    09:30 - 09:40 Papel atual da hormonioterapia na criptorquidia
    Palestrante - EULALIO DAMAZIO DA SILVA JUNIOR
    09:40 - 09:50 Tratamento tópico da fimose
    Palestrante - LUCIANO ALVES FAVORITO
    09:50 - 10:00 Cirurgia da varicocele. Quando indicar?
    Palestrante - SAMUEL SAIOVICI
    10:00 - 10:20 Discussão
    10:20 - 10:40 INTERVALO
    10:40 - 11:05 Painel - Cirurgia no Refluxo Vésico-Ureteral
    Moderador - CARLOS AUGUSTO FERNANDES MOLINA
    10:40 - 10:50 Injeção endoscópica- Material e técnica
    Palestrante - MARCELO PEREIRA BRAZ
    10:50 - 11:00 O papel da laparoscopia
    Palestrante - FRANCISCO NICANOR ARARUNA MACEDO
    11:00 - 11:05 Discussão
    11:05 - 11:35 Minipalestras
    Presidente - ATILA RONDON
    11:05 - 11:15 Refluxo- preditores de evolução
    Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    11:15 - 11:25 Tratamento endoscópico da ureterocele
    Palestrante - MIGUEL ZERATI FILHO
    11:25 - 11:35 Discussão
    11:35 - 12:05 Meu Caso Mais Difícil
    Moderador - FÁBIO QUINTILIANO E LIMA
    11:35 - 12:05 Meu Caso Mais Difícil
    Moderador - MIGUEL ZERATI FILHO
    11:35 - 11:40 Caso 1
    Palestrante - ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA
    11:40 - 11:45 Caso 2
    Palestrante - UBIRAJARA DE OLIVEIRA BARROSO JUNIOR
    11:45 - 11:50 Caso 3
    Palestrante - GEORGE RAFAEL MARTINS DE LIMA
    11:50 - 11:55 Caso 4
    Palestrante - MARCELO LUIZ BRANDÃO VILELA
    11:55 - 12:05 Discussão
    12:05 - 12:40 Mesa Redonda – Hipospádia
    Moderador - SERGIO LEITE OTTONI
    12:05 - 12:15 Fatores preditores de sucesso
    Palestrante - ANSELMO HOFFMANN
    12:15 - 12:25 Tratamento da curvatura ventral
    Palestrante - TIAGO ELIAS ROSITO
    12:25 - 12:40 Discussão baseada em casos
    12:40 - 13:00 Discusão de casos clínicos: Duplicidade pieloureteral
    Moderador - FRANCISCO TIBOR DÉNES
      Debatedor - RIBERTO LUIZ DE SIQUEIRA LIGUORI
      Debatedor - SAMUEL DEKERMACHER
      Debatedor - FABIO JOSÉ NASCIMENTO
      Debatedor - NILO CÉSAR LEÃO BARRETO DE SOUZA
    08:00-13:00 Tutorial Uroneurologia
    Sala 1 | 2
     

    Coordenador
    Dr. Cristiano Mendes Gomes (Tisbu – SP)

    Sobre o curso
    Este curso permitirá uma atualização no diagnóstico e tratamento das disfunções miccionais neurogênicas e da incontinência urinária em homens. Ênfase especial será dada aos problemas mais comuns e desafiadores na prática clínica, incluindo a bexiga hiperativa, distúrbios de esvaziamento vesical e infecções do trato urinário. Dicas úteis para a identificação de casos de alto risco serão discutidas. O curso integrará estas informações teóricas com a aplicação prática e discussão de casos clínicos, abordando também novas alternativas de tratamento farmacológico, uso da toxina botulínica, neuromodulação e cirurgias para incontinência urinária masculina.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -discutir as principais causas das disfunções miccionais neurogênicas e seus mecanismos fisiopatológicos
    -distinguir as causas de incontinência urinária em homens submetidos a prostatectomia e como abordá-las na prática clínica.
    -discutir as alternativas terapêuticas em pacientes com bexiga hiperativa
    -discutir as estratégias para prevenir e tratar as complicações urológicas em pacientes com bexiga neurogênica

    Programa do Curso
    - Curso com apresentações teóricas e discussão de casos. Em todas as apresentações, será feita uma introdução e atualização do tema durando 15 minutos, seguida por apresentação de casos clínicos com discussão aberta à participação de todos.
      MÓDULO DISFUNÇÕES MICCIONAIS NEUROGÊNICAS (BEXIGA NEUROGÊNICA)
    08:00 – 08:15 Epidemiologia, fisiopatologia e classificação da bexiga neurogênica
    Palestrante - CARLOS HENRIQUE SUZUKI BELLUCCI
    08:15 - 08:30 Bexiga hiperativa neurogênica: Fisiopatologia, prevalência, abordagem inicial e complicações
    Palestrante - CRISTIANO MENDES GOMES
    08:30 - 09:00 Incoordenação vésico-esfincteriana: Fisiopatologia, apresentação clínica e abordagem inicial
    Palestrante - GERALDO DE AGUIAR CAVALCANTI
    09:00 - 09:30 Discussão de casos clínicos: Bexiga neurogênica
    Apresentador - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
      Debatedor - JOÃO LUIZ AMARO
      Debatedor - CARLOS HENRIQUE SUZUKI BELLUCCI
      Debatedor - CRISTIANO MENDES GOMES
      Debatedor - GERALDO DE AGUIAR CAVALCANTI
    09:30 – 09:45 Casos complexos em bexiga neurogênica 1: litíase e infecções urinárias recorrentes
    Palestrante - ALFREDO FELIX CANALINI
    09:45 – 10:00 Casos complexos em bexiga neurogênica 2: estenose ou erosão uretral e deficiência esfincteriana
    Palestrante - JOSÉ AILTON FERNANDES SILVA
    10:00 - 10:30 Discussão de casos clínicos: Bexiga neurogênica com lesão uretral ou deficiência esfincteriana
    Apresentador - CRISTIANO MENDES GOMES
      Debatedor - DANIEL CARLOS ULIANO MOSER DA SILVA
      Debatedor - JOSÉ AILTON FERNANDES SILVA
      Debatedor - ALFREDO FELIX CANALINI
    10:30 - 10:45 Intervalo
      MÓDULO INCONTINÊNCIA URINÁRIA APÓS PROSTATECTOMIA
    10:45 - 11:00 Epidemiologia, fisiopatologia e abordagem inicial da incontinência urinária após prostatectomia
    Palestrante - THIAGO SOUTO HEMERLY
    11:00 - 11:15 Alternativas cirúrgicas para o tratamento da incontinência urinária pós-prostatectomia
    Palestrante - FERNANDO PIRES VAZ
    11:15 - 12:00 Discussão de casos clínicos: Incontinência urinária após prostatectomia
    Apresentador - CARLOS ALBERTO RICETTO SACOMANI
      Debatedor - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
      Debatedor - FERNANDO PIRES VAZ
      Debatedor - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
      Debatedor - THIAGO SOUTO HEMERLY
      MÓDULO BEXIGA HIPERATIVA
    12:00 - 12:15 Bexiga hiperativa refratária: Combinação farmacológica e toxina botulínica
    Palestrante - CARLOS ARTURO LEVI D‘ANCONA
    12:15 - 12:25 Bexiga hiperativa refratária: Neuromodulação sacral
    Palestrante - DAVID SUSSMAN
    12:25 - 13:00 Discussão de casos clínicos: Bexiga hiperativa refratária
    Apresentador - CRISTIANO MENDES GOMES
      Debatedor - DAVID SUSSMAN
      Debatedor - GERALDO DE AGUIAR CAVALCANTI
      Debatedor - CARLOS ALBERTO RICETTO SACOMANI
    08:00-15:00 Tutorial Cirurgia minimamente invasiva
    Sala 7
     

    Coordenadores
    Anuar I. Mitre
    Limírio L. da Fonseca Filho
    Eliney Faria
    08:00 - 10:05 Prostatectomia Radical Minimamente Invasiva: Controvérsias na técnica cirúrgica Cada tema terá 4 min vídeo + 3 min para justificar
    Moderador - ANUAR IBRAHIM MITRE
    08:00 - 08:07 Acesso: Extraperitoneal
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    08:07 - 08:15 Acesso: Transperitoneal
    Palestrante - MARCELO CABRAL LAMY DE MIRANDA
    08:15 - 08:22 Dissecção das vesículas seminais: Posterior
    Palestrante - LIMIRIO LEAL DA FONSECA FILHO
    08:22 - 08:29 Dissecção das vesículas seminais: Anterior
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    08:29 - 08:36 Secção dos ligamentos pubo-prostáticos: Sim
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    08:36 - 08:43 Secção dos ligamentos pubo-prostáticos: Não
    Palestrante - MARCELO CABRAL LAMY DE MIRANDA
    08:43 - 08:50 Ligadura do plexo venoso dorsal: Ponto de suspensão
    Palestrante - MAURÍCIO RUBINSTEIN
    08:50 - 08:57 Ligadura do plexo venoso dorsal: Sem ligadura
    Palestrante - MILTON BERGER
    08:57 - 09:04 Preservação do colo vesical: Sim
    Palestrante - GUSTAVO XAVIER EBAID
    09:04 - 09:11 Preservação do colo vesical: Não
    Palestrante - LUCAS TEIXEIRA E AGUIAR BATISTA
    09:11 - 09:18 Nerve sparing: Anterógrado
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    09:18 - 09:25 Nerve sparing: Retrógrado
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    09:25 - 09:32 Reconstrução posterior – “Rocco Stitch”: Sim
    Palestrante - RODRIGO FROTA INDIO DO BRASIL FERRAZ
    09:32 - 09:39 Reconstrução posterior – “Rocco Stitch”: Não
    Palestrante - ÉLCIO DIAS SILVA
    09:39 - 09:46 Linfadenectomia: Limitada
    Palestrante - MILTON BERGER
    09:46 - 09:53 Linfadenectomia: Estendida
    Palestrante - WILLIAM CARLOS NAHAS
    09:53 - 10:05 Reflexões do Moderador
    10:05 - 10:40 Debate: Tratamento de massas renais. A assistência robótica oferece resultados superiores? Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - LIMIRIO LEAL DA FONSECA FILHO
    10:05 - 10:15 - Nefrectomia parcial robô-assistida
    Palestrante - MAURÍCIO RUBINSTEIN
    10:15 - 10:25 - Nefrectomia Parcial Laparoscópica
    Palestrante - ELINEY FERREIRA FARIA
    10:25 - 10:35 - Nefrectomia parcial aberta
    Palestrante - MAURICIO DENER CORDEIRO
    10:35 - 10:40 - Reflexões do Moderador
    10:40 - 11:00 Intervalo
    11:00 - 11:35 Tratamento minimamente invasivo do prolapso pélvico feminino. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - ROMOLO GUIDA JUNIOR
    11:00 - 11:10 - Telas vaginais
    Palestrante - WAGNER APARECIDO FRANÇA
    11:10 - 11:20 - Sacrocolpopexia laparoscópica
    Palestrante - LÍSIAS NOGUEIRA CASTILHO
    11:20 - 11:30 - Sacrocolpopexia assistida por robô
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    11:30 - 11:35 - Reflexões do Moderador
    11:35 - 12:00 Pieloplastia robótica oferece resultados superiores comparada a laparoscopia pura?. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - ANUAR IBRAHIM MITRE
    11:35 - 11:45 Pieloplastia robótica oferece resultados superiores comparada a laparoscopia pura? SIM
    Palestrante - LIMIRIO LEAL DA FONSECA FILHO
    11:45 - 11:55 Pieloplastia robótica oferece resultados superiores comparada a laparoscopia pura? NÃO
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    11:55 - 12:00 Reflexões do Moderador
    12:00 - 13:00 Almoço
    13:00 - 13:35 Linfadenectomia inguinal para tratamento do câncer de pênis. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    13:00 - 13:10 Linfadenectomia inguinal para tratamento do câncer de pênis: Videoendoscopica
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    13:10 - 13:20 Linfadenectomia inguinal para tratamento do câncer de pênis: Aberta
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    13:20 - 13:30 Linfadenectomia inguinal para tratamento do câncer de pênis: Robotica
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    13:30 - 13:35 - Reflexões do Moderador
    13:35 - 14:00 Laparoscopia e robótica no tratamento de HPB. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - SAMUEL RIBEIRO JUNCAL
    13:35 - 13:45 Laparoscopia e robótica no tratamento de HPB: Adenomectomia laparoscópica
    Palestrante - MIRANDOLINO BATISTA MARIANO
    13:45 - 13:55 Laparoscopia e robótica no tratamento de HPB: Adenomectomia Robótica
    Palestrante - LUIS HENRIQUE RODRIGUES TANURE
    13:55 - 14:00 - Reflexões do Moderador
    14:00 - 14:35 Cistectomia radical minimamente invasiva. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - PAULO RICARDO MONTI
    14:00 - 14:10 Cistectomia radical minimamente invasiva: Aberta
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    14:10 - 14:20 Cistectomia radical minimamente invasiva: Laparoscópica
    Palestrante - HORÁCIO ALVARENGA MOREIRA
    14:20 - 14:30 Cistectomia radical minimamente invasiva: Robótica
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    14:30 - 14:35 - Reflexões do Moderador
    14:35 - 15:10 Linfadenectomia retroperitoneal para câncer de testículo. Cada tema terá 5 min vídeo + 5 min para justificar
    Moderador - BRUNO SANTOS BENIGNO
    14:35 - 14:45 Linfadenectomia retroperitoneal para câncer de testículo: Aberta
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    14:45 - 14:55 Linfadenectomia retroperitoneal para câncer de testículo: Laparoscopica
    Palestrante - MIRANDOLINO BATISTA MARIANO
    14:55 - 15:05 Linfadenectomia retroperitoneal para câncer de testículo: Robótica
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    15:05 - 15:10 - Reflexões Moderador
    08:00-17:00 Tutorial Urooncologia 
    Grand Ballroom 3 | 4
     

    Coordenador
    José Carlos Almeida
    Lucas Nogueira
      MÓDULO I - CA RENAL
    08:00 - 08:10 Patologia: Como reconhecer e qualificar a agressividade tumoral. O que muda no prognóstico e conduta?
    Palestrante - SÉRGIO DE OLIVEIRA ROMANO
    08:10 - 08:20 Imagem em massas renais. Oncocitoma, angiomiolipoma e outros
    Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    08:20 - 08:30 Biopsia: Quando? Para Quem? Como? Complicações
    Palestrante - ELINEY FERREIRA FARIA
    08:30 - 08:45 Tratamento conservador das Massas Renais Pequenas: Por que? Para quem? Como? Vigilância Ativa | Enucleação | Ablação Térmica
    Palestrante - BRUNO SANTOS BENIGNO
    08:45 - 09:00 Doença localmente avançada: É possível preservar a adrenal? | Linfadenectomia: Papel prognóstico ou terapêutico? | Limites | Há indicação de terapia neo-adjuvante ou adjuvante?
    Palestrante - UBIRAJARA FERREIRA
    09:00 - 09:10 Nefrectomia Citorredutora: Fatores prognósticos em doença metastática. Como selecionar o paciente que realmente vai se beneficiar? | Necessária na era das terapias alvo? Há espaço para a cirurgia poupadora de néfrons em tumores metastáticos?
    Palestrante - MAURICIO DENER CORDEIRO
    09:10 - 09:40 Discussão de Casos Clínicos
    Coordenador - WILLIAM CARLOS NAHAS
      MÓDULO II - CA BEXIGA
    09:40 - 09:50 Câncer de bexiga não invasor da camada muscular (CBNIM): Porque a quimioterapia intravesical para tumores de baixo grau não é amplamente utilizada, apesar das evidências científicas?
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    09:50 - 10:00 O papel do Re-RTU no tratamento do CBNIM e como realizá-la.
    Palestrante - MAURICIO DENER CORDEIRO
    10:00 - 10:10 Cistectomia minimamente invasiva: Existem vantagens sobre a cirurgia aberta? | Há segurança oncológica?
    Palestrante - DAHER CEZAR CHADE
    10:10 - 10:20 Protocolos de preservação vesical: Para quem? Como fazer? Há segurança oncológica?
    Palestrante - FELIPE MONNERAT LOTT
    10:20 - 10:30 Quimioterapia neoadjuvante. Quando indicar?
    Palestrante - DANIEL HERCHENHORN
    10:30 - 10:50 Discussão de Casos Clínicos
    Debatedor - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
      MÓDULO III - CA TESTÍCULO
    10:50 - 11:00 ECI Seminoma e não seminoma: Qual a melhor abordagem após a orquiectomia radical?
    Palestrante - HUMBERTO ELIAS LOPES
    10:50 - 11:00 Seguimento após terapia inicial – métodos de imagem: Periodicidade | Riscos associados ao excesso de radiação | Papel do PET - CT
    Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    11:00 - 11:10 Linfadenectomia retroperitoneal – indicações, templates, contra-indicações, complicações
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    11:10 - 11:20 A quimioterapia e seus efeitos colaterais a longo prazo
    Palestrante - DANIEL HERCHENHORN
    11:20 - 11:30 Discussão do módulo
    Debatedor - VALDEMAR ORTIZ
      MÓDULO IV - CA PÊNIS
    11:30 - 11:40 Epidemiologia do câncer de pênis no Brasil. Qual a verdade?
    Palestrante - JOSÉ DE RIBAMAR RODRIGUES CALIXTO
    11:40 - 11:50 Patologia: tipos histológicos e estadiamento – o que muda no prognóstico e conduta?
    Palestrante - SÉRGIO DE OLIVEIRA ROMANO
    11:50 - 12:00 Cirurgia conservadora do órgão. Indicações, técnicas e resultados
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    12:00 - 12:10 Linfadenectomia no câncer de pênis localizado de alto grau: Linfadenectomia modificada e congelação | Linfadenectomia radical - Visão do Patologista
    Palestrante - SÉRGIO DE OLIVEIRA ROMANO
    12:10 - 12:20 Linfadenectomia no câncer de pênis localizado de alto grau: Linfadenectomia modificada e congelação | Linfadenectomia radical - Visão do Urooncologista
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    12:20 - 12:30 Discussão dos Módulos | Encerramento
    Debatedor - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
      Intervalo
      MÓDULO V - CA PRÓSTATA
    13:30 - 13:40 Rastreamento – Porque as recomendações são tão diferentes? (SBU / AUA/ EAU)
    Palestrante - FERNANDO KIM
    13:40 - 13:50 Marcadores – o que há de novo em 2015 e qual o futuro?
    Palestrante - LEONARDO OLIVEIRA REIS
    13:50 - 14:00 RNM multi-paramétrica / PET – Quando utilizá-las? Por que? Para quem?
    Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    14:00 - 14:10 Qual a melhor classificação de risco? A classificação de D’Amico é adequada para a atualidade?
    Palestrante - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
    14:10 - 14:20 Minimizando complicações. O que considerar na técnica cirúrgica?
    Palestrante - JOSÉ CARLOS DE ALMEIDA
    14:20 - 14:40 CaP Localizado – prós e contras:
    14:20 - 14:25 - Vigilância Ativa
    Palestrante - MARCOS LIMA DE OLIVEIRA LEAL
    14:25 - 14:30 - Terapia focal – HIFU / Crio
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    14:30 - 14:35 - Radioterapia – externa / braquiterapia
    Palestrante - MARIA FEIJOO
    14:35 - 14:40 - Prostatectomia radical
    Palestrante - GIULIANO BETONI GUGLIELMETTI
    14:40 - 15:10 Casos Clínicos – Discussão CaP localizado de risco baixo e intermediário
    Palestrante - MAURICIO DENER CORDEIRO
    15:10 - 15:20 CaP Localmente Avançado: linfadenectomia – papel prognóstico e/ou terapêutico?
    Palestrante - PAULO CESAR VIÉGAS MARTINS
    15:20 – 15:30 Câncer de Próstata de Alto Risco – Quando indicar radioterapia adjuvante após prostatectomica radical?
    Palestrante - MARIA FEIJOO
    15:30 – 15:40 Câncer de Próstata de Alto Risco com acometimento linfonodal – há indicação de hormonioterapia precoce após prostatectomia radical?
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    15:40 – 15:50 Terapia de reabilitação nas funções sexuais e urinárias após prostatectomia radical. Efetividade e qual a conduta ideal?
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    15:50 – 16:20 Casos Clínicos – Discussão CaP de alto risco
    Palestrante - GUSTAVO FRANCO CARVALHAL
    16:20 – 16:25 A verdade de resultados comparativos entre: Cirurgia aberta, laparoscópica e robótica
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    16:25 - 16:30 A verdade de resultados comparativos entre: Cirurgia aberta, laparoscópica e robótica
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    16:30 – 16:40 Câncer de próstata resistente à castração: Novos tratamentos com ganho de sobrevida | Marcadores de progressão | Quando indicar quimioterapia sistêmica? | Metástases ósseas em Câncer de Próstata – há algo além dos bisfosfonados?
    Palestrante - LUCAS MENDES NOGUEIRA
    16:40 – 17:00 Caso Clínico – Discussão CaP avançado
    Palestrante - MARCOS LIMA DE OLIVEIRA LEAL
    17:00 Encerramento
    08:00-18:00 Tutorial Endourologia 
    Grand Ballroom 1 | 2
     

    Coordenador
    Ernesto Reggio
    08:00 - 08:05 Introdução
    Palestrante - ERNESTO REGGIO
    08:05 - 08:20 Litotripisia para cálculo ureteral – balístico x laser
    Palestrante - LUIZ SÉRGIO SANTOS
    08:20 - 08:35 Duplo J – existe melhor, quando não usar, como reduzir sintomatologia
    Palestrante - THARCISIO GÊ DE OLIVEIRA
    08:35 - 08:50 Cálculo ureteral alto maior que 15mm – laparoscopia x endourologia
    Palestrante - ERNESTO REGGIO
    08:50 - 09:05 Tendências no tratamento de cálculo renal no Brasil
    Palestrante - GIOVANNI SCALA MARCHINI
    09:05 - 09:20 Esterelização do endoscópio – o que é melhor e real na nossa legislação
    Palestrante - ANA PAULA VARGES
    09:20 - 09:35 Ureter de difícil acesso – técnicas de dilatação e tratamento da estenose ureteral
    Palestrante - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
    09:35 - 10:00 Intervalo
    10:00 - 10:15 Litotripsia Extracorporea na era endoscópica: opção ou descarte?
    Palestrante - RENATO NARDI PEDRO
    10:15 - 10:30 Investigação e tratamento da litíase na gestação
    Palestrante - VICTOR TEIXEIRA DUBEUX
    10:30 - 10:45 Cirurgia bariátrica e litíase
    Palestrante - FÁBIO CÉSAR MIRANDA TORRICELLI
    10:45 - 11:00 Utilização do USG em procedimentos endourológicos
    Palestrante - FREDERICO MOTA MASCARENHAS DE SOUZA
    11:00 - 12:00 Discussão de casos clínicos – investigação clínica em litíase, imagem, tratamento do cálculo ureteral
    Moderador - ALEXANDRE DANILOVIC
      Debatedor - ALEX ELTON MELLER
      Debatedor - LUIZ SÉRGIO SANTOS
      Debatedor - MARCELO DENILSON BAPTISTUSSI
      Debatedor - AUGUSTO OLAVO MARTINS XAVIER
    12:00 - 13:00 Intervalo
    13:00 - 13:15 Imagem em litíase
    Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    13:15 - 13:30 Escolha do ureteroscópio flexivel - vantagens, custos e durabilidade. Há espaço para o ureteroscópio descartável?
    Palestrante - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    13:30 - 13:45 Melhores resultados com litotripsia laser pulverização ou fragmentação e retirada?
    Palestrante - CARLOS ALBERTO FERREIRA CHAGAS
    13:45 - 14:00 Nefroscópio - quanto menor melhor o resultado ?
    Palestrante - EDIBERT MELCHERT
    14:00 - 14:15 Cálculo renal até 15mm - ureteroscopia flexivel x minipercutânea
    Palestrante - EDUARDO MAZZUCCHI
    14:15 - 15:00 Casos Clínicos: Urgências em litíase, drenagem da via urinária, litíase na gestação, equipamentos
    Moderador - EDUARDO MAZZUCCHI
      Debatedor - GILBERTO LAURINO ALMEIDA
      Debatedor - GIOVANI THOMAZ PIONER
      Debatedor - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
    15:00 - 15:15 Intervalo
    15:15 - 15:30 Cirurgia renal percutânea tubeless - quando não fazer
    Palestrante - GILBERTO LAURINO ALMEIDA
    15:30 - 15:45 Endourologia em paciente anticoagulado
    Palestrante - MARCO ANTONIO QUESADA RIBEIRO FORTES
    15:45 - 16:00 Como predizer o sucesso e as complicações das NLP?
    Palestrante - FABIO CARVALHO VICENTINI
    16:00 - 17:00 Discussão de casos clínicos - percutânea
    Moderador - ERNESTO REGGIO
      Debatedor - LUIZ EDISON SLONGO
      Debatedor - EDIBERT MELCHERT
      Debatedor - MARCO ANTONIO QUESADA RIBEIRO FORTES
    09:00-11:00 Tutorial DST
    Sala 5
     

    Coordenador
    Sylvio Quadros
    09:00 - 09:05 Introdução
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    09:05 - 09:20 Laboratório nas uretrites
    Palestrante - BRUNO SAMPAIO NUNES SARMENTO
    09:20 - 09:35 Tratamento das uretrites na realidade brasileira
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    09:35 - 09:50 Laboratório nas úlceras genitais
    Palestrante - HOMERO GUSTAVO DE CAMPOS GUIDI
    09:50 - 10: 05 Tratamento da sífilis, herpes genital e cancro mole
    Palestrante - JOÃO LUIZ SCHIAVINI
    10:05 - 10:15 Intervalo
    10:15 - 10:35 Diagnóstico das lesões causadas por HPV
    Palestrante - HOMERO GUSTAVO DE CAMPOS GUIDI
    10:35 - 10:55 Tratamento das lesões causadas por HPV
    Palestrante - JOÃO LUIZ SCHIAVINI
    10:55 - 11:00 Perguntas
    09:00-12:00 Tutorial HPB e LUTS 
    Sala 6
     

    Coordenador
    Ronaldo Damião
    09:00 - 12:00 Secretário - FABRICIO BORGES CARRERETTE
    09:00 - 09:10 Epidemiologia e fatores de risco e diagnóstico da HPB
    Palestrante - RONI DE CARVALHO FERNANDES
    09:10 - 09:20 Estudo urodinâmico. Quando, por que e como ?
    Palestrante - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
    09:20 - 09:30 Neuropatias degenerativas e obstrução infra-vesical
    Palestrante - CRISTIANO MENDES GOMES
    09:30 - 09:40 Discussão
    Debatedor - FABRICIO BORGES CARRERETTE
      Tratamento medicamentoso da HPB
    09:40 - 09:50 Monoterapia, quando fazer?
    Palestrante - ROGERIO SIMONETTI ALVES
    09:50 - 10:00 Alfa bloqueadores e inibidores 5AR
    Palestrante - FERNANDO MEYER
    10:00 - 10:10 Alfa bloqueadores e iPDE5
    Palestrante - MARJO DENINSON CARDENUTO PEREZ
    10:10 - 10:20 Alfa bloqueadores e antimuscarínicos
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    10:20 - 10:30 Inibidores 5AR e iPDE5
    Palestrante - JOÃO AFIF ABDO
    10:30 - 11:00 Discussão com casos clínicos
    Debatedor - RONALDO DAMIÃO
      Tratamento cirúrgico da HPB
    11:00 - 11:10 Ressecção endoscópica e cirurgia aberta
    Palestrante - JOÃO LUIZ SCHIAVINI
    11:10 - 11:20 Laserterapia
    Palestrante - RICARDO GONZALEZ
    11:20 - 11:30 Miscelânea
    Palestrante - JOSÉ ANACLETO DUTRA DE RESENDE JR
    11:30 - 12:00 Discussão com casos clínicos
    Debatedor - UBIRAJARA FERREIRA
    09:00-12:00 Tutorial Reprodução Humana
    Sala 3 | 4
     

    Coordenador
    Reginaldo Martello
      DISCUSSÃO DE CASOS-CONCEITO
    09:00 - 09:25 Hipogonadismo Hipogonadotrófico
    Apresentador - AUGUSTO BARBOSA REIS
      Debatedor - ERNANI LUIS RHODEN
      Debatedor - REGINALDO MARTELLO
      Debatedor - FERNANDO LORENZINI
    09:25 - 09:50 Distúrbios Ejaculatórios e Infertilidade Masculina
    Apresentador - MARCELO VIEIRA
      Debatedor - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
      Debatedor - AUGUSTO BARBOSA REIS
      Debatedor - MARCELO HORTA FURTADO
    09:50 - 10:15 Agenesia de canais deferentes e vesículas seminais
    Apresentador - RODRIGO LESSI PAGANI
      Debatedor - MARCOS MITSUYOSHI MORI
      Debatedor - SIDNEY GLINA
      Debatedor - MATHEUS TEIXEIRA ROQUE
    10:15 - 10:40 Conduta em OAT (Idiopática, Criptorquidia, QT, etc)
    Apresentador - JORGE HALLAK
      Debatedor - EDSON BORGES JUNIOR
      Debatedor - MATHEUS TEIXEIRA ROQUE
      Debatedor - MARCELLO ANTONIO SIGNORELLI COCUZZA
    10:40 - 11:05 Varicocele e Infertilidade
    Apresentador - FERNANDO LORENZINI
      Debatedor - MARCOS MITSUYOSHI MORI
      Debatedor - RICARDO DESTRO SAADE
      Debatedor - MAURO DA ROCHA MUNIZ
    11:05 - 11:30 Infertilidade pós-vasectomia
    Apresentador - MARCELLO ANTONIO SIGNORELLI COCUZZA
      Debatedor - JORGE HALLAK
      Debatedor - SIDNEY GLINA
      Debatedor - RICARDO DESTRO SAADE
    11:30 - 11:55 Azoospermia não-obstrutiva
    Apresentador - REGINALDO MARTELLO
      Debatedor - EDSON BORGES JUNIOR
      Debatedor - MARCELO VIEIRA
      Debatedor - MARCELO HORTA FURTADO
    13:00-16:00 Tutorial Trauma e reconstrução
    Sala 3 | 4
     

    Coordenadores
    Sérgio Félix Ximenes
    Heleno Augusto Moreira da Silva
    13:00 - 14:30 Moderador - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    13:00 - 13:15 Tratamento conservador no trauma renal grau IV - como conduzir?
    Palestrante - HELENO AUGUSTO MOREIRA DA SILVA
    13:15 - 13:30 Lesão de ureter - o que fazer durante o tratamento inicial?
    Palestrante - EDSON JOVINO DE OLIVEIRA JÚNIOR
    13:30 - 13:45 Realinhamento primário de uretra – Há lugar para isso? Quando e como?
    Palestrante - ANDRÉ GUILHERME L. DA CAVALCANTI
    13:45 - 14:00 Reconstrução tardia no trauma uretral: Uretra posterior
    Palestrante - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    14:00 - 14:15 Trauma de genitália externa – Como conduzir?
    Palestrante - DANIEL SA REGO HAMPL
    14:15 - 14:30 Espaço para Perguntas e Discussão
    14:30 - 14:45 Intervalo
    14:45 - 16:00 Moderador - HELENO AUGUSTO MOREIRA DA SILVA
    14:45 - 15:00 Avaliação por Imagem em Estenoses Uretrais
    Palestrante - HELENO AUGUSTO MOREIRA DA SILVA
    15:00 - 15:15 Uretroplastia Bulbar Anastomótica
    Palestrante - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    15:15 - 15:30 Uretroplastias com Enxertos
    Palestrante - ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA
    15:30 - 15:45 Aspectos Práticos na Uretroplastia - Fios, sondas, curativos e antibióticos
    Palestrante - MIGUEL DE OLIVEIRA OSTA
    15:45 - 16:00 Espaço para Perguntas e Discussão
    13:00-16:00 Tutorial Transplante
    Sala 5
     

    Coordenador
    Romolo Guida Junior
    Wilson Ferreira Aguiar
    13:00 - 13:20 Política Nacional de Transplantes e Remuneração Médica
    Palestrante - WILSON FERREIRA AGUIAR
    13:20 - 13:40 Segurança do Doador Vivo a curto e longo Prazo
    Palestrante - PATRICIA FINNI
    13:40 - 14:00 Preparo Urológico do Receptor
    Palestrante - RICARDO LUIZ MARTINS
    14:00 - 14:20 Máquina de Perfusão: Vale a Pena?
    Palestrante - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    14:20 - 14:40 Como Minimizar as complicações cirúrgicas no Receptor?
    Palestrante - AFFONSO CELSO PIOVESAN
    14:40 - 15:00 Transplante Renal Pediátrico
    Palestrante - BRUNO LESLIE
    15:00 - 15:20 Neoplasias Urológicas em Pacientes transplantados
    Palestrante - CESAR ARAUJO BRITTO
    15:20 - 16:00 Casos Clinicos
    Palestrante - HERNANI DE OLIVEIRA MARINHO NETO
    13:00-17:00 Tutorial Andrologia
    Sala 1 | 2
     

    Coordenador
    Antônio de Moraes Júnior
    13:00 - 13:10 Abertura
    Palestrante - ANTÔNIO DE MORAES JUNIOR
    13:10 - 14:00 DISFUNÇÃO ERÉTIL
    Presidente - ALISTER DE MIRANDA CARÁ
      Secretário - JOSÉ RICARDO TUMA DA PONTE
    13:10 - 13:20 Diagnóstico de Disfunção Erétil – aspectos relevantes e exames essenciais
    Palestrante - GERALDO EDUARDO DE FARIA
    13:20 - 13:30 IPDE5 – presente e futuro, otimizando sua eficácia
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    13:30 - 13:40 Disfunção Erétil orgânica – fisiopatologia e tratamento em diabéticos, hipertensos, parkinsonianos e paraplégicos
    Palestrante - LUIZ OTÁVIO TORRES
    13:40 - 13:50 Próteses Penianas – vias de acesso para os implantes e manuseio das principais complicações.
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    13:50 - 14:00 Perguntas e Respostas
    14:00 - 14:50 DOENÇA DE PEYRONIE
    Presidente - EDUARDO BERNA BERTERO
      Secretário - CARLOS EURICO DORNELLES CAIROLI
    14:00 - 14:10 Doença de Peyronie Conhecendo a Profilaxia, Fisiopatogenia e Epidemiologia.
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    14:10 - 14:20 Tratamento medicamentoso, oral e intra lesional, o que há de novo?
    Palestrante - FERNANDO NESTOR FACIO JUNIOR
    14:20 - 14:30 Plicaturas ou enxertos, quando e como fazer ?
    Palestrante - ARCHIMEDES NARDOZZA JÚNIOR
    14:30 - 14:40 Doença de Peyronie e próteses penianas – quando e como colocar?
    Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    14:40 - 14:50 Perguntas e Respostas
    14:50 - 15:00 MOMENTO ABEIS
    15:00 - 15:20 Intervalo
    15:20 - 16:10 DISTÚRBIOS DA EJACULAÇÃO
    Presidente - PAULO ROBERTO MAGALHAES BASTOS
      Secretário - ANOAR ABDUL SAMAD
    15:20 - 15:30 Disfunção sexual feminina e Distúrbios da Ejaculação no homem, causa e efeito.
    Palestrante - JOÃO LUIZ SCHIAVINI
    15:30 - 15:40 Ejaculação Precoce e Ejaculação retardada, conceito e opções de tratamento
    Palestrante - ADRIANO FREGONESI
    15:40 - 15:50 Anorgasmia no homem, diagnóstico e tratamento
    Palestrante - CELSO GROMATZKY
    15:50 - 16:00 Desejo sexual hipoativo no homem
    Palestrante - CARMITA HELENA N. ABDO
    16:00 - 16:10 Perguntas e Respostas
    16:10 - 17:10 DEFICIÊNCIA ANDROGÊNICA DO ENVELHECIMENTO MASCULINO (DAEM)
    Presidente - AGUINALDO CÉSAR NARDI
      Secretário - JOÃO AFIF ABDO
    16:10 - 16:20 Diagnóstico de DAEM e novas opções terapêuticas em TRH
    Palestrante - JOÃO AFIF ABDO
    16:20 - 16:40 Conhecendo a intimidade de cada um: Testosterona, SHBG, LH, FSH, Prolactina e Receptores Androgênicos.
    Palestrante - FERNANDO LORENZINI
    16:40 - 16:50 TRT e CaP – mito ou realidade? Posso fazer? Quando?
    Palestrante - EDUARDO BERNA BERTERO
    16:50 - 17:00 TRT e correlações com: DCV, SM e DM, o que tem de verdade?
    Palestrante - ERNANI LUIS RHODEN
    17:00 - 17:10 Perguntas e Respostas
    17:10 Encerramento
    13:00-18:00 Tutorial Urologia Feminina
    Sala 360º
     

    Coordenador
    Márcio Augusto Averbeck

    Sobre o Tutorial
    O programa científico do Tutorial de Urologia Feminina da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) visa abordar temas frequentes na prática urológica diária, relacionados ao cuidado de pacientes com disfunções do assoalho pélvico e do trato urinário inferior. As apresentações teóricas buscam a melhor evidência disponível na literatura médica atual para responder questões importantes e/ou controversas. Além de incluir importantes nomes da urologia brasileira, o curso contará com a presença do Prof. John Heesakkers (Nijmegen - Holanda). O programa científico foi organizado com objetivo de suscitar discussão e interação entre palestrantes e congressistas.

    Objetivos do Tutorial
    Ao término do curso, os participantes deverão estar aptos para:
    Identificar as principais ferramentas para avaliação das pacientes com incontinência urinária de esforço (IUE), bem como reconhecer as indicações e a importância do estudo urodinâmico;
    Discutir as estratégias de tratamento conservador para a IUE, incluindo reabilitação do assoalho pélvico e tratamento medicamentoso;
    Citar as diferentes técnicas para tratamento cirúrgico da IUE, reconhecendo suas principais indicações, resultados e potenciais complicações;
    Avaliar abordagens racionais para as falhas do tratamento cirúrgico da IUE;
    Definir estratégias de tratamento de primeira, segunda e terceira linhas para a bexiga hiperativa/incontinência urinária de urgência;
    Classificar os prolapsos genitais (POP-Q);
    Reconhecer a importância da avaliação da incontinência urinária oculta no pré-operatório da correção do prolapso genital;
    Compreender as diferentes técnicas para correções de prolapsos de compartimento vaginal anterior, posterior e apical, tendo em vista o perfil de riscos versus benefícios;
    Implementar tratamento multimodal para pacientes com síndrome da bexiga dolorosa;
    Conhecer as diferentes técnicas cirúrgicas para o tratamento das fístulas vésico-vaginais.
    13:00 - 13:15 ABERTURA
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    13:15 - 14:45 MÓDULO 1: INCONTINÊNCIA URINÁRIA DE ESFORÇO (IUE)
    Moderador - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
      Moderador - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    13:15 - 13:30 Avaliação da paciente com IUE: Anamnese e exame físico: por que são imprescindíveis? | Há fatores de risco de insucesso identificáveis no pré-operatório ? | Quando indicar o estudo urodinâmico? | Devemos prescindir do exame devido à falta de evidências de que interfira nos resultados?
    Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    13:30 - 13:45 Tratamento conservador da IUE: Qual o papel da fisioterapia/reabilitação do assoalho pélvico | Existe um protocolo de tratamento ideal? Como orientar a paciente sobre os exercícios de Kegel? Qual o tempo mínimo de tratamento para avaliar os resultados? | Papel da eletroestimulação: quais pacientes que se beneficiam destas técnicas? | Tratamento medicamentoso da incontinência urinária: quando indicar duloxetina?
    Palestrante - SÍLVIO HENRIQUE MAIA DE ALMEIDA
    13:45 - 14:00 Conduta cirúrgica inicial para IUE: Como escolher o melhor sling de uretra média: retropúbico ou transobturador? | Quando indicar Mini slings? Quais são os resultados em relação aos slings de uretra média? | Ainda há espaço para a cirurgia de Burch e para o implante de sling autólogo?
    Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
    14:00 - 14:15 Conduta na recorrência da incontinência urinária e nas complicações relacionadas ao implante de slings sintéticos de uretra média: O implante de sling sintético falhou. O que fazer? | Tratamentos alternativos para IUE recorrente: Injetáveis, “Crossover” sling, Sling fascial, esfíncter artificial, células tronco? Revisão baseada em evidências | Extrusão vaginal | Sling no interior da bexiga (erosão)
    Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    14:15 - 14:45 Discussão – Apresentação de caso clínico
    Debatedor - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    14:45 - 15:45 MÓDULO 2: BEXIGA HIPERATIVA IDIOPÁTICA
    Moderador - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
      Moderador - FERNANDO GONÇALVES DE ALMEIDA
    14:45 - 15:00 State-of-the-art lecture: Quais são as opções disponíveis atualmente para o tratamento medicamentoso da Bexiga Hiperativa? Como escolher a melhor opção? | O que deve ser levado em consideração na escolha do tratamento com antimuscarínicos? Como melhorar a aderência ao tratamento? | Beta-3 agonistas: Quando indicar? Há um novo algoritmo de tratamento? | Associação de medicamentos: já é uma realidade?
    Palestrante - KATHLEEN KOBASHI
    15:00 - 15:15 Bexiga Hiperativa Idiopática Refratária – Como definir a melhor opção de tratamento? Definição de refratariedade | Eletroestimulação do nervo tibial | Riscos versus benefícios da aplicação de toxina botulínica | Riscos versus benefícios da neuromodulação sacral
    Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    15:15 - 15:45 Discussão e apresentação de caso clínico
    Palestrante - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
    15:45 - 17:15 MÓDULO 3: PROLAPSO DE ÓRGÃOS PÉLVICOS
    Moderador - LEONARDO NOGUEIRA MENDES
      Moderador - NELSON SIVONEI DA SILVA BATEZINI
    15:45 - 15:55 Avaliação inicial da paciente com prolapso genital, classificação POP-Q, papel da Ressonância Magnética
    Palestrante - FERNANDO GONÇALVES DE ALMEIDA
    15:55 - 16:00 Discussão
    16:00 - 16:10 Incontinência urinária oculta: existe padronização sobre quando e como avaliar? Quanto tratar?
    Palestrante - ROBERTO ANDRÉ SOLER MESQUITA
    16:10 - 16:15 Discussão
    16:15 - 16:25 Tratamento cirúrgico sítio-específico do prolapso de compartimento anterior
    Palestrante - WAGNER APARECIDO FRANÇA
    16:25 - 16:30 Discussão
    16:30 - 16:40 Conduta na recorrência do prolapso de compartimento anterior após correção sítio-específica sem uso de tela: Quais são as indicações atuais para o uso de telas?
    Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    16:40 - 16:45 Discussão
    16:45 - 16:55 O que o urologista precisa saber sobre o tratamento cirúrgico do prolapso de compartimento posterior e do prolapso de compartimento apical?
    Palestrante - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    16:55 - 17:00 Discussão
    17:00 - 18:00 MÓDULO 4: DISCUSSÃO DE CASOS CLÍNICOS COMPLEXOS EM UROLOGIA FEMININA
    Moderador - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
      Debatedora - KATHLEEN KOBASHI
      Debatedor - JOÃO LUIZ AMARO
      Debatedor - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
      Debatedora - KARIN MARISE JAEGER ANZOLCH
      Debatedor - VALTER MÜLLER
    17:00 - 17:15 Caso clínico 1: Síndrome da Bexiga Dolorosa
    Apresentador - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    17:15 - 17:30 Caso clínico 2: Fístula vésico-vaginal
    Apresentador - LEONARDO NOGUEIRA MENDES
    17:30 - 17:45 Caso Clínico 3: Infecção Urinária Recorrente
    Apresentador - NELSON SIVONEI DA SILVA BATEZINI
    17:45 Encerramento
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    01 de novembro | Domingo
    Plenária
    07:50-08:00 Abertura Apresentação - Momento SBU - Sistema de interatividade da plateia / Abertura da Assembleia Geral dos Associados da SBU
      Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
    08:00-08:35 Painel Pequenas massas renais: Nefrectomia parcial por minilombotomia vs laparoscopia / robótica vs terapias ablativas - qual o novo padrão na cirurgia renal?
      Moderador - UBIRAJARA FERREIRA
      Painelista - MARCUS VINICIUS SADI
      Painelista - MIRANDOLINO BATISTA MARIANO
      Painelista - MARCOS TOBIAS MACHADO
      Painelista - WLADIMIR ALFER JÚNIOR
    08:00 - 08:07 Minilombotomia
    Palestrante - MARCUS VINICIUS SADI
    08:07 - 08:14 Laparoscopia / Robótica
    Palestrante - MIRANDOLINO BATISTA MARIANO
    08:14 - 08:21 Terapias Ablativas (Crio, RFA)
    Palestrante - WLADIMIR ALFER JÚNIOR
    08:21 - 08:35 Discussão
    08:35-08:45 Palestra Como eu trato refluxo vésico-ureteral em 2015
      Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    08:45-09:45 Painel Tratamento cirúrgico minimamente invasivo e endoscópico da HPB – resultados da literatura e como eu faço: Plasmavaporização, Laser, Bipolar, Embolização, "Lift" de uretra prostática e RTUP tradicional
      Moderador - VALDEMAR ORTIZ
      Painelista - ALBERTO AZOUBEL ANTUNES
      Painelista - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
      Painelista - FRANCISCO CESAR CARNEVALE
      Painelista - LÍSIAS NOGUEIRA CASTILHO
      Painelista - RICARDO GONZALEZ
      Painelista - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    08:45 - 08:52 Plasmavaporização
    Palestrante - ALBERTO AZOUBEL ANTUNES
    08:52 - 08:59 Laser
    Palestrante - RICARDO GONZALEZ
    08:59 - 09:06 Bipolar
    Palestrante - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    09:06 - 09:13 Embolização
    Palestrante - FRANCISCO CESAR CARNEVALE
    09:13 - 09:20 Lift de uretra prostástica
    Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    09:20 - 09:27 RTU Tradicional
    Palestrante - LÍSIAS NOGUEIRA CASTILHO
    09:27 - 09:45 Discussão
    09:45-09:55 Pílulas de MBE Varicocele e infertilidade
      Palestrante - PETER N SCHLEGEL
    09:55-10:10 Terapia de reposição de testosterona e risco cardiovascular: controvérsias e realidade
      Palestrante - ABRAHAM MORGENTALER
    10:10-10:30 Intervalo 
    10:30-10:45 Conferência Cirurgia minimamente invasiva em uropediatria: presente e futuro
      Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    10:45-11:20 Discussão de Casos Clínicos Doença de baixo risco. Conduzindo casos Gleason 6. Vigilância ativa 2015 vs tratamento curativo vs tratamento focal
      Moderador - FRANCISCO FLÁVIO HORTA BRETAS
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - JOSEPH A. SMITH JR
      Painelista - LISA MORIKAWA
      Painelista - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
      Painelista - WILLIAM CARLOS NAHAS
    11:20-11:35 Conferência Urologia Fetal
      Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    11:35-12:05 Painel Aspectos práticos de infertilidade para o urologista geral
      Moderador - JORGE HALLAK
      Moderador - REGINALDO MARTELLO
    11:35 - 11:42 Fertilidade do homem após tratamento com quimioterapia / radioterapia
    Palestrante - PETER N SCHLEGEL
    11:42 - 11:52 Avaliação do homem infértil
    Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    11:52 - 11:59 Novos avanços na abordagem do fator masculino
    Palestrante - PETER N SCHLEGEL
    11:59 - 12:05 Discussão
    12:05-12:30 Discussão de Casos Clínicos Ureterolitíase proximal e terço médio
      Moderador - ERNESTO REGGIO
      Painelista - FERNANDO KIM
      Painelista - GUSTAVO CASERTA LEMOS
      Painelista - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
      Painelista - MAHESH DESAI
      Painelista - MANOJ MONGA
      Painelista - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    12:35-13:35 Simpósio Satélite 
    13:40-15:20 PLENÁRIA CONJUNTA SBU - ISSM 
      Presidente da Mesa - LUIZ OTÁVIO TORRES
      Secretário da Mesa - ALEXANDER HATSUMURA CASINI
    13:40-13:50 Pílulas de MBE Aumento e engrossamento penianos
      Palestrante - JOHN P. MULHALL
    13:50-14:25 Painel Atualização em Hipogonadismo e TRT
      Moderador - ARCHIMEDES NARDOZZA JÚNIOR
      Painelista - ABRAHAM MORGENTALER
      Painelista - CELSO GROMATZKY
      Painelista - JOHN P. MULHALL
      Painelista - PETER N SCHLEGEL
      Painelista - WAYNE HELLSTROM
    13:50 - 14:00 Terapia de reposição de testosterona (TRT) nas disfunções sexuais - por que, como, para quem, até quando, quais riscos (cardiovascular, próstata)
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    14:00 - 14:07 TRT no paciente infértil
    Palestrante - PETER N SCHLEGEL
    14:07 - 14:15 TRT pós-PR: é tempo de mudança de paradigma?
    Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    14:15 - 14:25 Recomendações no diagnóstico, tratamento e acompanhamento do hipogonadismo no homem
    Palestrante - ABRAHAM MORGENTALER
      Conclusões
      Palestrante - ARCHIMEDES NARDOZZA JÚNIOR
      Palestrante - CELSO GROMATZKY
    14:25-14:40 Conferência ISSM Doença de Peyronie - Como eu trato em 2015 e o que há de novo no horizonte
      Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    14:40-14:55 Conferência Como eu faço a reabilitação da função erétil pós-PR (com e sem preservação de feixes). Como prevenir a redução do tamanho peniano
      Palestrante - JOHN P. MULHALL
    14:55-15:20 Discussão de Casos Clínicos D. Peyronie, complicações de implantes de próteses penianas
      Moderador - FERNANDO LORENZINI
      Moderador - ANTÔNIO DE MORAES JUNIOR
      Painelista - JOAQUIM FRANCISCO DE ALMEIDA CLARO
      Painelista - JOHN P. MULHALL
      Painelista - PAUL PERITO
      Painelista - SIDNEY GLINA
      Painelista - WAYNE HELLSTROM
    15:20-15:45 Intervalo 
    15:45-16:30 Painel e Discussão Condutas no tumor não-músculo invasivo da bexiga
      Presidente da Mesa - ANTONIO PEIXOTO DE LUCENA CUNHA
      Secretário da Mesa - ADERIVALDO CABRAL DIAS FILHO
      Moderador - RODOLFO BORGES DOS REIS
      Painelista - BERNARD H BOCHNER
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
      Painelista - GUSTAVO FRANCO CARVALHAL
      Painelista - J ALFRED WITJES
    15:45 - 15:52 Uso e eficácia da cistoscopia com luz azul no tumor de bexiga
    Palestrante - J ALFRED WITJES
    15:52 - 15:59 Maximizando a RTU e re-RTU de Bexiga: técnicas do MSKCC
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    15:59 - 16:06 Como e quando eu uso quimioterápicos ou BCG pós-RTU; eficácia
    Palestrante - GUSTAVO FRANCO CARVALHAL
    16:06 - 16:13 Recidiva precoce e tardia com BCG - como conduzir o caso
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    16:13 - 16:30 Discussão de Casos
    16:30-17:15 Painel Prostatectomia radical e comparação entre suas várias técnicas – aberta, laparoscópica, robótica
      Presidente da Mesa - ANTONIO PEIXOTO DE LUCENA CUNHA
      Secretário da Mesa - ADERIVALDO CABRAL DIAS FILHO
      Moderador - LIMIRIO LEAL DA FONSECA FILHO
      Painelista - ELINEY FERREIRA FARIA
      Painelista - JOSEPH A. SMITH JR
      Painelista - JOSÉ CARLOS DE ALMEIDA
      Painelista - JONATHAN A. COLEMAN
      Painelista - MILTON BERGER
    16:30 - 16:37 Aberta
    Palestrante - JOSÉ CARLOS DE ALMEIDA
    16:37 - 16:44 Laparoscópica
    Palestrante - ELINEY FERREIRA FARIA
    16:44 - 16:51 Robótica
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    16:51 - 17:06 Da aberta para a robótica (para a terapia focal?) – o que aprendi
    Palestrante - JOSEPH A. SMITH JR
    17:06 - 17:15 Discussão
    17:15- Encerramento e Palestra
    01 de novembro | Domingo
    Cursos
    08:00-10:00 Curso Teórico C07 - AVANÇOS NO TRATAMENTO DA BEXIGA NEUROGÊNICA: APRENDENDO COM CASOS CLÍNICOS
    Sala 7
     

    Introdução:
    Este curso abrangente e prático permitirá uma atualização na avaliação e tratamento das disfunções miccionais em pacientes com doenças neurológicas. Tem grande aplicação para residentes e urologistas recém-formados, urologistas com especial interesse em uroneurologia e outros profissionais de saúde envolvidos no tratamento de pacientes com doenças neurológicas. Ênfase especial será dada à avaliação urodinâmica e revisão atualizada das alternativas terapêuticas, incluindo tratamento farmacológico, minimamente invasivo e cirurgias reconstrutivas. As apresentações serão corroboradas pela discussão de casos clínicos reais vividos pelos palestrantes do curso, fornecendo uma abordagem bastante prática e realística. Esta abordagem tem o objetivo de manter a audiência extremamente envolvida e participante. Serão apresentados casos e exames urodinâmicos de pacientes com disfunção miccional causada por variados problemas neurológicos (AVC, Parkinson, Esclesore Múltipla, Lesão Medular Traumática, Mielomeningocele, Mielites virais, Síndrome da Cauda Equina, entre outros).

    Objetivos:
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -conhecer as principais anormalidades urodinâmicas encontradas em pacientes com disfunção neurogênica do trato urinário inferior.
    -Identificar fatores urodinâmicos de risco para complicações do trato urinário nesta população.
    -discutir as principais alternativas terapêuticas para pacientes com disfunção neurogênica do trato urinário inferior.
    -conhecer as estratégias para prevenção de complicações e para o acompanhamento urológico de pacientes com disfunção neurogênica do trato urinário inferior.

    Descrição:
    • Curso com apresentações teóricas e discussão de casos. Em todas as apresentações, será feita uma introdução e atualização do tema durando 15 minutos, seguida por apresentação de casos clínicos com discussão aberta à participação de todos.

    Coordenadores do Curso:
    Dr. Cristiano Mendes Gomes (Tisbu – SP)
    Dr. Marcio Averbeck (Tisbu – RS)
    Dr. Marcio Josbete Prado (Tisbu – BA)
    Dr. Julio Resplande Araújo (Tisbu – GO)
    Dr. Ailton Fernandes (Tisbu – RJ)
    Dr. Carlos Bellucci (Tisbu – SC)
    08:00 - 08:10 Etiologia, fisiopatologia e apresentação clínica das disfunções neurogênicas do trato urinário inferior
    Palestrante - CARLOS HENRIQUE SUZUKI BELLUCCI
    08:10 - 08:20 Avaliação urodinâmica na bexiga neurogênica: aspectos diagnósticos, prognósticos e terapêuticos
    Palestrante - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
    08:20 - 08:30 Hiperatividade detrusora neurogênica: alternativas terapêuticas
    Palestrante - RÚITER SILVA FERREIRA
    08:30 - 08:40 Problemas de esvaziamento: Dissinergismo vésico-esfincteriano e arreflexia detrusora - Apresentação clínica, implicações prognósticas e alternativas terapêuticas
    Palestrante - JOSÉ AILTON FERNANDES SILVA
    08:40 - 08:50 Avanços no cateterismo intermitente: cateteres hidrofílicos
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    08:50 - 09:05 Cirurgias reconstrutivas em bexiga neurogênica: bexiga fibrosada/contraída, estenose ou erosão uretral e deficiência esfincteriana
    Palestrante - CRISTIANO MENDES GOMES
    09:05 - 10:00 Discussão de casos clínicos
      Apresentador - CRISTIANO MENDES GOMES
      Debatedor - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
      Debatedor - JOSÉ AILTON FERNANDES SILVA
      Debatedor - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
      Debatedor - CARLOS HENRIQUE SUZUKI BELLUCCI
      Debatedor - RÚITER SILVA FERREIRA
    08:00-10:00 Curso Teórico C20 - Vídeo-Curso de Oncologia e Cirurgia Robótica SBU-University of Miami
    Sala 6
     

    O curso objetiva apresentar em vídeo varias cirurgias e abordagens realizadas na Univ. de Miami por toda sua equipe, revisando conceitos e tirando dúvidas da platéia. Será um curso com interação total com a platéia.
    Ao final do curso, o aluno terá revisado o que existe de mais moderno praticado em técnicas urológicas no mundo , comentadas pelo Dr Dipen Parekh.

    Coordenadores
    Dr. Dipen J. Parekh
    Dr. Bruno Nahar
    08:00 - 08:30 Prostatectomia Radical Robótica - Passo a Passo (Vídeo-aula interativa abordando todos principais tempos cirúrgicos do procedimento)
    Palestrante - DIPEN J. PAREKH
    08:30 – 09:00 Nefrectomia Parcial Robótica – Tips and Tricks Aula interativa seguida de vídeos com dicas e truques nos casos cirúrgicos complexos
    Palestrante - DIPEN J. PAREKH
    09:00 – 09:30 Cistectomia Radical Robótica – Como eu faço? Vídeo comentado do passo a passo da cistectomia radical assistida por robô
    Palestrante - DIPEN J. PAREKH
    09:30 – 10:00 Biópsia de Próstata guiada por fusão de imagens da RNM e USG – Aonde estamos? Abordaremos todos os aspectos do procedimento, desde a seleção dos pacientes, passando pela técnica até os resultados publicados na literatura.
    Palestrante - BRUNO NAHAR ARAGÃO DE OLIVEIRA
    08:00-10:00 Curso Teórico C32 - CURSO AVANÇADO DE DOENÇA DE PEYRONIE - DIAGNÓSTICO, ABORDAGEM, TRATAMENTO
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    Este curso conta, além de especialistas brasileiros de grande conhecimento, com o Dr. Wayne Hellstrom, que é um dos mais renomados profissionais mundiais na área da Medicina Sexual. Trata-se de um curso com base teórica e espaço para debate através de perguntas e respostas. Tem como abrangência desde residentes que queiram se familiarizar com essa patologia até urologistas que queiram se inteirar do que mais há de novo no mundo nessa área, como por exemplo a injeção de colagenase para se diminuir a placa de fibrose e a curvatura peniana. É uma oportunidade ímpar de estar por 2 horas discutindo e debatendo sobre a Doença de Peyronie com vários especialistas em Medicina Sexual.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -avaliar e diagnosticar a Doença de Peyronie
    -aconselhar o paciente e sua parceira sobre a Doença de Peyronie
    -quando, para quem e qual tratamento indicar para a Doença de Peyronie
    -fazer o manejo clínico da Doença de Peyronie
    -diferenciar as técnicas cirúrgicas para a Doença de Peyronie, para quem indicar qual técnica e suas complicações
    -estar por dentro das últimas novidades no tratamento da Doença de Peyronie

    Descrição
    • Curso com apresentações teóricas de 15 a 20 minutos e sessão de perguntas e respostas após a exposição de cada tópico, fazendo uma interação direta e pessoal dos palestrantes com os participantes.

    Coordenador
    Dr. Luiz Otavio Torres
    08:00 - 08:15 Etilologia e Diagnóstico da DP
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    08:15 - 08:20 Discussão
    08:20 - 08:38 Tratamento Clínico da DP
    Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    08:38 - 08:45 Discussão
    08:45 - 09:03 Tratamento Cirúrgico através de Plicaturas
    Palestrante - GERALDO EDUARDO DE FARIA
    09:03 - 09:10 Discussão
    09:10 - 09:28 Tratamento Cirúrgico com Enxertos
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    09:28 - 09:35 Discussão
    09:35 - 09:53 Xiaflex: um novo tratamento para DP
    Palestrante - WAYNE HELLSTROM
    09:53 - 10:00 Discussão
    08:00-11:00 Curso Prático C41 - CIRURGIA ROBÓTICA: CURSO TEÓRICO-PRÁTICO CERTIFICADO (HANDS ON) (AULA TEÓRICA: 01/11/2015 - 08:00 - 11:00 - sala 3 | 4)  

    Apresentação
    O Departamento de Cirurgia Robótica da SBU tem o papel fundamental de divulgação da cirurgia robô-assistida em âmbito nacional. A cirurgia robótica já alcançou sua maturidade nos Estados Unidos e Europa onde a tecnologia foi amplamente disseminada há mais de 10 anos. No Brasil, a cirurgia robótica ainda está restrita a poucos centros e urologistas. Entretanto, há um potencial enorme de expansão da cirurgia robô-assistida no Brasil nos próximos anos, havendo claro interesse de múltiplos hospitais, tanto públicos como privados, na aquisição desta nova tecnologia. O papel do departamento é auxiliar na disseminação desta tecnologia de forma criteriosa, promovendo informação e formação de urologistas em todo território nacional. Foi com base nestes princípios que organizamos o curso de Introdução a Cirurgia Robótica em Urologia.

    Diferenciais
    Curso prático de iniciação em cirurgia robótica para urologistas e residentes em urologia
    Descrição dos princípios básicos da cirurgia robô-assistida, como docking, montagem do robô, colocação de trocartes e principais aplicações em urologia
    Treinamento prático em simulador robótico MIMIC, dry lab em robô de treinamento
    Transmissão ao vivo de cirurgia em procedimento robótico

    Objetivos
    Orientar os urologistas sobre as vantagens e limitações da cirurgia robótica
    Suavizar a curva inicial de aprendizado, inerente a qualquer nova técnica

    Público-alvo
    Profissionais médicos da especialidade de urologia com experiência na área de laparoscopia, médicos residentes em urologia

    Coordenadores
    Dr. Limírio Leal da Fonseca
    Dr. Anuar Ibrahim Mitre
    08:30 - 08:40 Treinamento em cirurgia robótica
    Palestrante - ALBERTO PEREIRA
    08:40 - 09:00 Introdução à cirurgia robótica – sistema robótico, docking, colocação de trocartes
    Palestrante - GIULIANO BETONI GUGLIELMETTI
    09:00 - 09:20 Função do assistente em cirurgia robótica
    Palestrante - GIULIANO BETONI GUGLIELMETTI
    09:20 - 09:40 Prostatectomia radical robótica: passo a passo
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    09:40 - 10:00 Nefrectomia parcial robótica: passo a passo
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    10:00 - 10:20 Pieloplastia robótica: passo a passo
    Palestrante - MÁRIO FERNANDES CHAMMAS JR
    10:20 - 10:40 Cistectomia radical robótica: passo a passo
    Palestrante - RAFAEL FERREIRA COELHO
    10:40 - 11:00 Cirurgias reconstrutivas ureterais
    Palestrante - LIMIRIO LEAL DA FONSECA FILHO
    10:00-12:00 Curso Teórico C06 - MUDANÇAS NA CONDUTA DO CÂNCER DA PRÓSTATA NA ÚLTIMA DÉCADA
    Sala 7
     

    Introdução
    O câncer da próstata apresentou nos últimos 10 anos mudanças fundamentais relacionadas a novos conceitos sobre sua biologia, história natural e recursos propedêuticos que incluem marcadores tumorais, novos métodos de imagem e laboratoriais. Esta atmosfera contemporânea alterou significativamente a conduta terapêutica, favorecendo entre outros, o advento de medidas menos invasivas, mais eficientes e com menor taxa de efeitos adversos. Uma nova era está consolidada com ganho de sobrevida (anos) e qualidade de vida, mesmo em casos avançados.

    Objetivos
    Este curso visa proporcionar um panorama atual sobre os vários aspectos deste tumor, adequando condutas conforme os recursos médico-hospitalares regionais disponíveis. Para seu desenvolvimento foram convidados palestrantes com notório conhecimento e experiência no tema.
    Será dada ênfase especial à interação com a audiência.

    Coordenador
    Dr. Antonio Carlos Lima Pompeo
    10:00 - 10:05 Introdução
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    10:05 - 10:20 Screening prostático: prós e contras
    Palestrante - MARCUS VINICIUS SADI
    10:20 - 10:35 Vigilância ativa: quando e como
    Palestrante - RODOLFO BORGES DOS REIS
    10:35 - 10:50 Atualização em câncer da próstata localmente avançado
    Palestrante - UBIRAJARA FERREIRA
    10:50 - 11:05 Marcadores prostáticos: indicações e resultados
    Palestrante - MARCUS VINICIUS SADI
    11:05 - 11:20 O que mudou no tratamento do câncer avançado resistente à castração?
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    11:20 - 11:35 Recuperação da função sexual após tratamento do câncer localizado / sistêmico
    Palestrante - MARCELO RODRIGUES CABRINI
    11:35 - 11:50 Discussão de casos clínicos: evolução terapêutica através do tempo
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    11:50 - 12:00 Questões, comentários e encerramento
    10:00-12:00 Curso Teórico C14 - ENDOUROLOGIA AVANÇADA - PÉROLAS DO DESAI E MONGA: DICAS E TRUQUES
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    Os procedimentos endourológicos fazem parte da prática diária do urologista. Especialistas internacionais compartilharão suas experiências com procedimentos avançados e novas tecnologias, incluindo mini perutânea, ureterosocpia flexível, métodos de imagem.

    Objetivos
    Conhecimento dos mais recentes equipamentos empregados em endourologia, conhecer as indicações e resultados da mini percutânea, melhores técnicas de tratamento em caso endourológicos complexos, emprego da laparoscopia no tratamento da litíase

    Descrição
    Apresentações teóricas e discussão dos temas com experts.

    Coordenadores
    Dr. Ernesto Reggio
    Dr. Anuar Mitre
    10:00 - 10:10 Revisão de Radiologia e litíase – diagnóstico em PS, seguimento pós op., seguimento a longo prazo
    Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    10:10 - 10:20 Na busca da excelência – conduta no cálculo coraliforme
    Palestrante - MAHESH DESAI
    10:20 - 10:30 Litotitripsia para minipercutânea – laser com sucção
    Palestrante - MAHESH DESAI
    10:30 - 10:40 Tecnologia em endourologia – novos litotridores, ureteroscópios e nefroscópios
    Palestrante - FÁBIO CÉSAR MIRANDA TORRICELLI
    10:40 - 11:00 Discussão
    11:00 - 11:10 Percutânea – quão pequeno podemos ir?
    Palestrante - MAHESH DESAI
    11:10 - 11:20 Ureteroscopia – dicas e truques
    Palestrante - FERNANDO KIM
    11:20-11:30 Casos complexos de Litíase – estratégias de tratamento
    Palestrante - MAHESH DESAI
    11:30 - 11:40 Onde a laparoscopia tem real vantagem em litíase
    Palestrante - ANUAR IBRAHIM MITRE
    11:40 - 12:00 Discussão e Encerramento
    10:00-12:00 Curso Teórico C21 - INTERFACE UROLOGIA E GERIATRIA: PRINCÍPIOS BÁSICOS QUE O UROLOGISTA DEVE SABER
    Sala 6
     

    Introdução
    Este curso abordará conceitos básicos de geriatria com atenção especial aos aspectos que podem influenciar o manejo diagnóstico e terapêutico de pacientes com problemas urológicos. Serão discutidos aspectos da avaliação inicial do paciente idoso pelo urologista, a importância de afecções geriátricas comuns (delirium, demência, depressão, limitações motoras etc), fatores que predispõem os pacientes a efeitos adversos aos medicamentos urológicos comuns e outros aspectos que podem influenciar nas decisões terapêuticas de condições específicas tais como infecção do trato urinário, neoplasias urológicas, retenção urinária, incontinência urinária, uso de cateteres e outros. Tais tópicos serão desenvolvidos a partir de casos clínicos reais vividos pelos palestrantes do curso, numa abordagem prática e realística, com interatividade e discussão entre os participantes.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    • Descrever os componentes fundamentais da avaliação funcional e cognitiva dos idosos
    • Entender a importância do status funcional e cognitivo na tomada de decisões, como escolha de medicamentos, indicações cirúrgicas e outras medidas terapêuticas
    • Identificar algumas síndromes geriátricas e compreender como estas afetam a saúde urológica
    • Compreender a importância das escolhas farmacológicas e o risco iatrogênico inerente ao paciente idoso
    • Discutir estratégias práticas para avaliação e gestão de condições urológicas comuns na população geriátrica

    Coordenadores
    Dr. Cristiano Mendes Gomes
    Dr. José de Bessa Junior
    10:00 - 10:15 Introdução: A importância do Urologista na avaliação do idoso e papel do Screening Urológico no idoso saudável
    Palestrante - JOSE DE BESSA JUNIOR
    10:15 - 10:25 Avaliação do paciente Idoso. Identificando Fragilidade e prevendo desfechos indesejados.
    Palestrante - RAPHAEL GRACINDO ROUBACH
    10:25 - 10:35 Cuidados perioperatórios: como prever, prevenir e manejar o delirium?
    Palestrante - CLAUDIA BURLÁ
    10:35 - 10:50 Retenção urinária e sintomas do trato urinário inferior no homem idoso. Particularidades na avaliação e uso de técnicas minimamente invasivas.
    Palestrante - ALBERTO AZOUBEL ANTUNES
    10:50 - 11:00 Incontinência urinária na mulher idosa. Particularidades na avaliação e uso de técnicas minimamente invasivas.
    Palestrante - CRISTIANO MENDES GOMES
    11:00 - 11:10 Cuidados com medicamentos. Interação e prescrição inapropriada.
    Palestrante - RAPHAEL GRACINDO ROUBACH
    11:20 - 12:00 Discussão de casos clínicos: (LUTS, Neoplasias, Reposição Hormonal, Cateteres, Retenção Urinária Aguda, Bacteriúria, Prolapsos, Incontinência, Sexualidade)
      Debatedor - ALBERTO AZOUBEL ANTUNES
      Debatedor - RAPHAEL GRACINDO ROUBACH
      Debatedora - CLAUDIA BURLÁ
      Debatedor - JOSE DE BESSA JUNIOR
      Debatedor - CRISTIANO MENDES GOMES
    12:00-14:00 Curso Teórico C33 A - Implante de prótese inflavel pela técnica de Perito e instrumentação necessária
    Sala 1 | 2
     

    Descrição do curso
    A abordagem infrapúbica minimamente invasiva para o implante de prótese inflável é rápida e eficiente. Os resultados pós-operatórios são iguais ou até mesmo superiores aos relatados na literatura, empregando-se outras vias. Usando-se uma técnica que alia movimentos rápidos em pouquíssimo tempo, a abordagem infrapúbica minimamente invasiva oferece um retorno precoce e seguro a atividade sexual.

    Objetivos
    O objetivo deste programa é demonstrar a técnica cirúrgica necessária para um implante infrapúbico seguro da prótese inflável, e com isso aumentar a expertise do aluno na área de disfunção erétil

    Expectativa após o curso
    Após o término do curso, o aluno será capaz de incorporar a técnica demonstrada em sua prática, incluindo: acesso seguro aos corpos cavernosos, medição e instalação adequadas dos cilindros, novo posicionamento dos reservatórios em pelves virgens de tratamento e em reoperações , e colocação correta do pump.

    Coordenador
    Dr. Paul Perito
    14:00-16:00 Curso Teórico C01 - CÂNCER RENAL: ABORDAGEM DAS PEQUENAS MASSAS RENAIS E DA DOENÇA LOCALMENTE AVANÇADA
    Urooncologia
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    Os tumores renais são muitas vezes diagnosticados incidentalmente por meio de exames de imagem. Quando tratar e adequar o tratamento não é uma tarefa fácil. As diferentes formas de tratamento serão analisadas assim como sua morbidade e resultados.
    Contudo, ainda nos deparamos com situações mais complexas por comprometimento local e à distância que exigem

    Público alvo
    Destinado a todos urologistas e radiologistas invasivos que tratam de tumores renais.

    Objetivos
    Apresentar as diferentes formas de tratamentos e suas peculiaridades de maneira detalhada e crítica, sempre ponderando indicação, invasividade, resultados e viabilidade.
    Os limites e peculiaridades das situações desafiadoras serão apresentadas e discutidas em relação aos cuidados e detalhes estratégicos.

    Coordenadores
    Dr. José Carlos de Almeida
    Dr. Anuar Ibraim Mitre
    14:00 - 14:12 Quando tratar?
    Palestrante - ÁLVARO SADEK SARKIS
    14:12 - 14:24 Nefrectomia parcial aberta
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    14:24 - 14:36 Nefrectomia parcial laparoscópica
    Palestrante - ELINEY FERREIRA FARIA
    14:36 - 14:48 Nefrectomia parcial robótica
    Palestrante - WILLIAM CARLOS NAHAS
    14:48 - 15:00 Termoablação percutânea
    Palestrante - MARCOS ROBERTO DE MENEZES
    15:00 - 15:12 Perguntas e Comentários
    Debatedor - JOSÉ CARLOS DE ALMEIDA
    15:12 - 15:50 Doença localmente avançada: como eu trato:
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
      Tumores múltiplos
      Tumores recidivantes
      Grandes dimensões
      Invasão venosa: renal, cava
    15:50 - 16:00 Perguntas e Comentários
    Debatedor - ANUAR IBRAHIM MITRE
    14:00-16:00 Curso Teórico C08 - URODINÂMICA PRÁTICA: DISCUSSÃO DE CASOS E INTERPRETAÇÃO DE EXAMES SELECIONADOS
    Sala 7
     

    Introdução
    É destinado aos profissionais da saúde interessados em urodinâmica e que queiram adquirir conhecimentos práticos na sua execução e interpretação. O conteúdo teórico inclui os princípios da fisiologia da micção, dos distúrbios miccionais e a importância do exame urodinâmico no diagnóstico e tratamento dos principais distúrbios da micção.
    Diferencial: a concentração em aspectos práticos da interpretação de exames urodinâmicos e preparo de laudos, com discussão de casos clínicos de disfunção miccional com participação aberta a todos.

    Objetivos
    Ao término do curso os participantes deverão ser capazes de:
    - Interpretar os traçados do exame urodinâmico;
    - Identificar erros técnicos dos exames e implementar medidas para preveni-los e corrigi-los;
    - Discutir as indicações do exame urodinâmico, os parâmetros importantes em cada paciente e as implicações diagnósticas e terapêuticas dos achados;

    Tópicos
    • Fisiologia da micção
    • Princípios do exame urodinâmico
    • Urofluxometria
    • Cistometria
    • Estudo miccional fluxo-pressão
    • Eletromiografia
    • Vídeo-urodinâmica
    • Urodinâmica em crianças
    • Urodinâmica em mulheres
    • Urodinâmica em homens
    • Urodinâmica em pacientes com doenças neurológicas

    Coordenadores
    Dr. Márcio Augusto Averbeck
    14:00 - 14:15 Qual o papel da urodinâmica na avaliação da incontinência urinária de esforço feminina? Como realizar a pesquisa da incontinência urinária oculta?
    Palestrante - VALTER MÜLLER
    14:15 - 14:30 Quando indicar e como interpretar os achados da urodinâmica em mulheres com bexiga hiperativa? A EMG perineal pode ajudar na interpretação dos achados urodinâmicos?
    Palestrante - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    14:30 - 14:45 Qual é a importância da urodinâmica em pacientes com síndrome da bexiga dolorosa? Quando devemos indicá-la? O teste do potássio ainda deve ser realizado?
    Palestrante - DANIEL CARLOS ULIANO MOSER DA SILVA
    14:45 - 15:00 Como diagnosticar obstrução infravesical em mulheres? O que esperar do estudo fluxo-pressão? Como realizar e quais são os possíveis achados da videourodinâmica?
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    15:00 - 15:15 Urodinâmica em crianças com disrafismo espinhal – Qual a importância da pressão de perda do detrusor? Quais os parâmetros urodinâmicos ajudam a classificar o padrão de disfunção neurogênica do trato urinário inferior segundo a classificação EAU-Madersbacher?
    Palestrante - ALFREDO FELIX CANALINI
    15:15 - 15:30 Quais são as indicações de urodinâmica em pacientes com HPB/LUTS? O exame ajuda a determinar o prognóstico após desobstrução cirúrgica?
    Palestrante - ROBERTO ANDRÉ SOLER MESQUITA
    15:30 - 15:45 Como executar e interpretar os resultados da avaliação urodinâmica em homens com incontinência urinária pós-prostatectomia?
    Palestrante - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
    15:45 - 16:00 Discussão com os palestrantes – qual a importância de seguir as orientações do documento de boas práticas urodinâmicas da ICS? Quando não indicar o estudo urodinâmico?
    14:00-16:00 Curso Teórico C22 - INCONTINÊNCIA URINÁRIA NA INFÂNCIA
    Sala 6
     

    Introdução
    Este curso tem a finalidade de abordar de forma direta e prática incontinência urinária em crianças, cuja fisiopatologia, manifestação clínica, diagnóstico e tratamento diferem do adulto. Serão aulas ministradas por grandes especialistas na área de uma forma direta e prática. Grande estímulo será dado à discussão e perguntas.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -Disgnosticar e tratar a incontinência urinária neurogênica e não neurogênica em crianças, com relação aos temas abordados.

    Descrição
    Curso com apresentações teóricas de 10 minutos e tempo para discussão dos temas

    Coordenadores
    Dr. Ubirajara Barroso Jr.
    Dr. Christopher Cooper (USA)
    14:00 - 14:40 Mesa redonda: Bexiga hiperativa
    Moderador - ANSELMO HOFFMANN
    14:00 - 14:10 Mesa redonda: Bexiga hiperativa - Papel da Constipação
    Palestrante - MARIA LUIZA VEIGA DA FONSECA
    14:10 - 14:20 Mesa redonda: Bexiga hiperativa - Tratamento Medicamentoso x TENS
    Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    14:20 - 14:30 Mesa redonda: Bexiga hiperativa - Intervenção Cirúrgica
    Palestrante - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
    14:30 - 14:40 Discussão
    14:40 - 15:20 Mesa redonda: Enurese noturna
    Moderador - JOSÉ DE RIBAMAR CASTELO BRANCO
    14:40 - 14:50 Mesa redonda: Enurese noturna - Fisiopatologia e fatores de risco
    Palestrante - JOSÉ MURILLO BASTOS NETTO
    14:50 - 15:00 Mesa redonda: Enurese noturna - Tratamento com alarme
    Palestrante - UBIRAJARA DE OLIVEIRA BARROSO JUNIOR
    15:00 - 15:10 Mesa redonda: Enurese noturna - Tratamento medicamentoso
    Palestrante - ANSELMO HOFFMANN
    15:10 - 15:20 Discussão
    15:20 - 16:00 Mesa redonda: Bexiga neurogênica
    Moderador - TIAGO ELIAS ROSITO
    15:20 - 15:30 Mesa Redonda: Bexiga neurogênica - Uma história de sucesso?
    Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    15:30 - 15:40 Mesa redonda: Bexiga neurogênica - Uso de toxina botulínica
    Palestrante - ADRIANO ALMEIDA CALADO
    15:40 - 15:50 Mesa redonda: Bexiga neurogênica - Ampliação vesical
    Palestrante - ANTONIO MACEDO JR
    15:50 - 16:00 Discussão
    14:00-17:10 Curso Teórico C39 - LAPAROSCOPIA AVANÇADA: APRENDENDO COM OS ESPECIALISTAS (Aula Teórica do Curso Prático C40)
    Sala 3 | 4
     
    14:00 - 14:10 Por que eu devo aprender laparoscopia?
    14:10 - 14:30 Pieloplastia e Cirurgia em Litíase
    Palestrante - LUCAS TEIXEIRA E AGUIAR BATISTA
    14:30 - 14:50 Nefrectomia Radical: passo a passo e limites
    Palestrante - CLOVIS FRAGA TENÓRIO PEREIRA
    14:50 - 15:10 Prostatectomia radical laparoscópica: passo a passo
    Palestrante - ELINEY FERREIRA FARIA
    15:10 - 15:30 Nefrectomia parcial laparoscópica: passo a passo
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    15:30 - 15:50 Cistectomia radical Laparoscópica : posso fazer?
    Palestrante - PEDRO ROMANELLI DE CASTRO
    15:50 - 16:10 Tratamento laparoscópico do prolapso genito-urinário
    Palestrante - MARCELO CABRAL LAMY DE MIRANDA
    16:10 - 16:30 Tecnica laparoscópica no tratamento HPB
    Palestrante - BRENO DAUSTER PEREIRA E SILVA
    16:30 - 17:10 Complicações em Laparoscopia: como detectá-las e preveni-las
    Moderador - MARCELO CABRAL LAMY DE MIRANDA
      Debatedor - BRENO DAUSTER PEREIRA E SILVA
      Debatedor - MAURÍCIO RUBINSTEIN
      Debatedor - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
      Debatedor - MISAEL WANDERLEY DOS S.JÚNIOR
    16:00-18:00 Curso Teórico C09 - BEXIGA HIPERATIVA REFRATÁRIA - MEDICAMENTOS, TOXINA BOTULÍNICA, NEUROMODULAÇÃO, CATETERISMO INTERMITENTE 
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    A bexiga hiperativa tem elevada prevalência na população geral, sendo ainda mais importante entre idosos e pacientes com doenças neurológicas. Recentes avanços aumentaram o arsenal terapêutico para pacientes com bexiga hiperativa, incluindo novos medicamentos, variadas modalidades fisioterápicas, injeção de toxina botulínica e técnicas de neuromodulação. Neste curso, com abordagem abrangente e prática, os participantes terão uma atualização focada principalmente nas alternativas disponíveis para o tratamento da bexiga hiperativa refratária. Dada a prevalência da bexiga hiperativa, tem grande aplicação para residentes, urologistas recém-formados, e urologistas em geral, que lidam com pacientes com disfunções miccionais de variadas etiologias. As apresentações deverão permitir o entendimento das vantagens, desvantagens e limitações dos diferentes métodos contemporâneos de tratamento da bexiga hiperativa. As apresentações serão corroboradas pela discussão de casos clínicos reais vividos pelos palestrantes do curso, fornecendo uma abordagem bastante prática e realística. Esta abordagem enriquecedora tem o objetivo de manter a audiência envolvida e participante.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -conhecer as principais alternativas terapêuticas disponíveis para o tratamento da bexiga hiperativa refratária, incluindo novas drogas, modalidades fisioterápicas, injeção intradetrusora de toxina botulínica e neuromodulação.
    -discutir as vantagens, desvantages e limitações relacionadas a cada uma das opções terapêuticas.
    -conhecer as características clínicas que ajudam a selecionar a modalidade terapêutica mais adequada a cada paciente.

    Descrição
    • Curso com apresentações teóricas e discussão de casos. Em todas as apresentações, será feita uma introdução e atualização do tema durando 10-15 minutos, seguida por apresentação de casos clínicos com discussão aberta à participação de todos.

    Coordenadores
    Dr. Cristiano Mendes Gomes (Tisbu – SP)
    Dr. Marcio Averbeck (Tisbu – RS)
    Dr. Luis Seabra Rios (Tisbu – SP)
    Dr. Geraldo Cavalcanti (Tisbu – PE)
    Dr. José Carlos Truzzi (Tisbu – SP)
    16:00 - 16:10 Introdução: definição de bexiga hiperativa refratária; abordagem inicial dos pacientes e papel do exame urodinâmico
    Palestrante - KATHLEEN KOBASHI
    16:10 - 16:25 Atualização no tratamento farmacológico da bexiga hiperativa: antimuscarínicos, β-3 agonistas e combinações medicamentosas
    Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    16:25 - 16:35 Técnicas fisioterápicas e estimulação periférica do nervo tibial: indicações e resultados
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    16:35 - 16:42 Toxina botulínica: mecanismo de ação, aplicação e resultados
    Palestrante - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
    16:42 - 17:00 Neuromodulação sacral: mecanismo de ação, técnica e resultados
    Palestrante - DAVID SUSSMAN
    17:00 - 18:00 Discussão de casos clínicos: Bexiga hiperativa refratária: tratamento avançado
      Apresentador - CRISTIANO MENDES GOMES
      Apresentador - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
      Debatedor - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
      Debatedor - DAVID SUSSMAN
      Debatedor - KATHLEEN KOBASHI
      Debatedor - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
      Debatedor - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
      Debatedor - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    02 de novembro | Segunda-feira
    Plenária
    07:30-08:00 Discussão de Casos Clínicos Urodinâmica Avançada
      Moderador - CARLOS ARTURO LEVI D‘ANCONA
      Painelista - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
      Painelista - JOSÉ ANTONIO PENEDO PREZOTI
      Painelista - ALFREDO FELIX CANALINI
      Painelista - CARLOS ALBERTO RICETTO SACOMANI
    08:00-09:00 Painel e Discussão Câncer de próstata de alto risco/localmente avançado
      Moderador - MARCUS VINICIUS SADI
      Painelista - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - JOSEPH A. SMITH JR
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - LISA MORIKAWA
    08:00 - 08:12 Detecção do câncer de alto grau pelo teste do escore 4K
    Palestrante - DIPEN J. PAREKH
    08:12 - 08:22 Radioterapia e braquiterapia - estado da arte e resultados de longo prazo
    Palestrante - LISA MORIKAWA
    08:22 - 08:29 Linfadenectomia estendida sempre?
    Palestrante - J ALFRED WITJES
    08:29 - 08:36 Como otimizar os resultados cirúrgicos - a evolução da técnica
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    08:36 - 08:43 Quando eu uso radioterapia adjuvante pós-PR
    Palestrante - JOSEPH A. SMITH JR
    08:43 - 09:00 Discussão
    09:00-09:15 Conferência Atrofia testicular grave e paternidade – estado da arte
      Palestrante - PETER N SCHLEGEL
    09:15-09:35 Discussão de Casos Clínicos PSA elevado, biópsias negativas – Brasil / EUA / Europa
      Moderador - ÁLVARO SADEK SARKIS
      Painelista - JOSEPH A. SMITH JR
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
      Painelista - RODOLFO BORGES DOS REIS
      Painelista - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    09:35-09:40 Momento SBU Aviso de Encerramento da Assembleia Geral dos Associados
    09:40-10:10 Painel e Discussão Endourologia, nefrolitíase piélica, caliceal inferior
      Moderador - ANUAR IBRAHIM MITRE
      Painelista - MAHESH DESAI
      Painelista - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
      Painelista - MARCOS FLAVIO HOLANDA ROCHA
      Painelista - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    09:40 - 09:47 Percutânea e miniperc
    Palestrante - MAHESH DESAI
    09:47 - 09:54 Ureteroscopia flexível
    Palestrante - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    09:54 - 10:00 LECO
    Palestrante - MARCOS FLAVIO HOLANDA ROCHA
    10:00 - 10:10 Discussão
    10:10-10:35 Intervalo 
    10:35-12:35 PLENÁRIA CONJUNTA SBU-EAU
      Presidente da Mesa - CARLOS ARTURO LEVI D‘ANCONA
      Secretário da Mesa - LUIZ OTÁVIO TORRES
    10:35-10:40 Plenária Conjunta SBU-EAU - Apresentação e Introdução
      Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
      Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    10:40-10:50 Conferência Desafios na abordagem do lesado medular
      Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    10:50-11:20 Painel e Discussão Incontinência urinária pós-PR – fisioterapia, slings masculinos, esfíncter urinário artificial (AUS)
      Moderador - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
      Painelista - CRISTIANO MENDES GOMES
      Painelista - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
      Painelista - FERNANDO PIRES VAZ
      Painelista - JOHN HEESAKKERS
      Painelista - HOMERO BRUSCHINI
      Painelista - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    10:50 - 10:57 Esfíncter Urinário Articial - Revendo Resultados
    Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    10:57 - 11:04 Slings Masculinos
    Palestrante - CRISTIANO MENDES GOMES
    11:04 - 11:20 Discussão de Casos
    11:20-11:35 Conferência Distúrbios miccionais no idoso - hipocontratilidade, noctúria, síndrome metabólica e disfunções miccionais
      Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    11:35-11:50 Conferência EAU Tratamento da Incontinência Urinária do Stress - passado, presente e futuro
      Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    11:50-12:05 Conferência Tratamento contemporâneo do câncer invasivo de bexiga (T2,T3) – visão europeia
      Palestrante - J ALFRED WITJES
    12:05-12:20 Conferência Bexiga Hiperativa – Fisiopatologia, Diagnóstico e Terapêutica
      Palestrante - JOHN HEESAKKERS
    12:20-12:35 Conferência Anatomia, princípios básicos e tratamento minimamente invasivo da estenose uretral em 2015
      Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    12:40-13:40 Simpósio Satélite 
    13:45-17:20 PLENÁRIA CONJUNTA SBU - AUA 
      Secretário da Mesa - LUIZ OTÁVIO TORRES
      Presidente da Mesa - AGUINALDO CÉSAR NARDI
    13:45-13:50 Plenária Conjunta SBU - AUA - Apresentação e Introdução
      Palestrante - FERNANDO KIM
      Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
    13:50-14:00 Conferência O que há de novo em ureteroscopia flexível, aparelhos, descartáveis
      Palestrante - WILSON RICA MOLINA JÚNIOR
    14:00-14:30 Discussão de Casos Clínicos Cirurgia percutânea vs. Ureteroscopia flexível em 2015
      Moderador - FERNANDO KIM
      Painelista - FREDERICO MOTA MASCARENHAS DE SOUZA
      Painelista - MAHESH DESAI
      Painelista - FERNANDO KIM
      Painelista - MARCO ANTONIO QUESADA RIBEIRO FORTES
      Painelista - NELSON GATTÁS
    14:30-14:35 Momento AUA 
    14:35-14:45 Conferência Terapia de reposição de testosterona: Opções atuais e melhores práticas
      Palestrante - JOHN P. MULHALL
    14:45-15:00 Conferência AUA Duas décadas de cirurgia minimamente invasiva na Urologia: O melhor ainda está por vir
      Palestrante - INDERBIR GILL- APRESENTAÇÃO PRÉ-GRAVADA
    15:00-15:10 Conferência Tratamento da litíase renal assintomática
      Palestrante - MAHESH DESAI
    15:10-15:25 Conferência Alternativas para a RTUP: Últimos avanços no tratamento cirúrgico da HPB com lasers
      Palestrante - RICARDO GONZALEZ
    15:25-15:45 Intervalo 
    15:45-15:55 Conferência Criptorquidismo – novas abordagens para um velho problema
      Palestrante - CHRISTOPHER S COOPER
    15:55-16:35 Painel Cirurgia no câncer de próstata oligometastático - já existem dados para uma nova realidade?
      Moderador - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
      Painelista - ANTONIO MARMO LUCON
      Painelista - BERNARD H BOCHNER
      Painelista - LUIZ FLÁVIO PENNA COUTINHO
      Painelista - JOSEPH A. SMITH JR
      Painelista - MARJO DENINSON CARDENUTO PEREZ
    15:55 - 16:02 Prostatectomia radical ou radioterapia vs nenhum tratamento local
    Palestrante - MARCUS VINICIUS SADI
    16:02 - 16:09 Experiência do MSKCC com tratamento local na doença oligometastática
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    16:09 - 16:16 Como vejo esta opção
    Palestrante - JOSEPH A. SMITH JR
    16:16 - 16:35 Discussão
    16:35-16:50 Conferência Atualização em segurança cirúrgica do paciente
      Palestrante - FERNANDO KIM
    16:50-17:10 Conferência AUA Usando novos conhecimentos para mudar nossa prática clínica
      Palestrante - JOSEPH A. SMITH JR
    17:10-17:15 Encerramento 
      Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
      Palestrante - FERNANDO KIM
    17:15-18:15 Palestra de Entretenimento 
    02 de novembro | Segunda-feira
    Cursos
    08:00-13:00 Curso Teórico C03 - NOVAS OPÇÕES PARA O CÂNCER DE PRÓSTATA AVANÇADO 
    Sala 3 | 4
     

    Coordenadores:
    Dr. Lucas Nogueira
    Dr. Fernando Maluf
    08:00 - 08:05 Abertura
    Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
    08:05 - 08:15 Epidemiologia e História natural dos pacientes com câncer de próstata avançado
    Palestrante - GUSTAVO FRANCO CARVALHAL
    08:15 - 08:20 Discussão
    08:20 - 08:35 Qual o momento preferencial para instituir o tratamento hormonal no paciente com CaP avançado?
    Palestrante - MARCOS TOBIAS MACHADO
    08:35 - 08:40 Discussão
    08:40 - 08:55 Qual do melhor tratamento hormonal inicial?
    Palestrante - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
    08:55 - 09:00 Discussão
    09:00 - 09:20 Bloqueio hormonal intermitente x continuo no tumor de próstata metastático
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    09:20 - 09:25 Discussão
    09:25 - 09:40 Ainda há espaço para terapias hormonais secundárias com a progressão da doença?
    Palestrante - LUCAS MENDES NOGUEIRA
    09:40 - 09:45 Discussão
    09:45 - 10:00 Papel da prostatectomia radical no câncer de próstata metastático
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    10:00 - 10:20 Intervalo
    10:20 - 10:35 Papel da quimioterapia no câncer de próstata avançado sensível à castração
    Palestrante - FERNANDO COTAIT MALUF
    10:35 - 10:40 Discussão
    10:40 - 11:00 Casos Clínicos – Discussão CaP avançado sensível castração
    11:10 - 11:25 Novos conceitos nos mecanismos de regulação androgênica do Câncer de Próstata avançado
    Palestrante - ÁLVARO SADEK SARKIS
    11:25 - 11:30 Discussão
    11:30 - 11:50 CPRC – tratamentos de primeira linha – como selecionar, qual o melhor momento para iniciar a terapia
    Palestrante - FERNANDO COTAIT MALUF
    11:50 - 11:55 Discussão
    11:55 - 12:10 Terapia de segunda linha: é possível estabelecer qual o melhor sequenciamento?
    Palestrante - FERNANDO SABINO M. MONTEIRO
    12:10 - 12:15 Discussão
    12:15 - 12:30 Metástases ósseas em Câncer de Próstata – há algo além dos bisfosfonados?
    Palestrante - FERNANDO SABINO M. MONTEIRO
    12:30 - 12:35 Discussão
    12:35 - 13:05 Casos Clínicos – Discussão CaP avançado resistente à castração
    13:05 - 13:10 Discussão
    13:10 Encerramento
    08:00-10:00 Curso Teórico C23 - Infecções do Trato Urinário: ESTRATÉGIAS CLÍNICAS PARA A PRÁTICA UROLÓGICA E ATUALIZAÇÃO EM ANTIBIOTICOTERAPIA
    Sala 6
     

    Introdução
    Este curso permitirá uma atualização no diagnóstico, prevenção e tratamento das infecções do trato urinário (ITU). Ênfase especial será dada aos problemas mais comuns e desafiadores na prática clínica, incluindo as infecções urinárias recorrentes, infecções por patógenos resistentes e infecções complicadas, em pacientes com alterações estruturais ou funcionais do trato urinário. Daremos ênfase às infecções urinárias associadas a problemas urológicos como bexiga neurogênica, litíase urinária e obstrução do trato urinário (hiperplasia prostática, obstrução após sling feminino, incoordenação). Dicas úteis para a identificação e condução de casos de alto risco serão discutidas. O curso integrará estas informações teóricas com a aplicação prática e discussão de casos clínicos, enfatizando a seleção de antimicrobianos para as diferentes situações e as indicações de cirurgias em casos complexos.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    - Conhecer e classificar os principais tipos de infecção do trato urinário e reconhecer a importância prática de tal classificação.
    -discutir as causas da resistência bacteriana e como este problema pode ser minimizado
    -distinguir as causas de ITU recorrentes em mulheres e como abordá-las
    -discutir as principais causas de infecções urinárias complicadas, com ênfase nas alterações urológicas mais comuns e suas implicações clínicas e terapêuticas.
    -discutir as estratégias para prevenir e tratar as ITU complicadas (como as que ocorrem na bexiga neurogênica, litíase, obstrução infravesical)

    Descrição
    • Curso com apresentações teóricas e discussão de casos. Em todas as apresentações, será feita uma introdução e atualização do tema durando 10 minutos, seguida por apresentação de casos clínicos com discussão aberta à participação de todos.

    Coordenadora
    Dra. MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    08:00 - 08:15 Atualização dos Guidelines Americano e Europeu em Infecção do Trato Urinário
    Palestrante - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    08:15 - 08:30 Epidemiologia e fisiopatologia das infecções urinárias; Importância do biofilm e reservatórios intracelulares
    Palestrante - CELSO FERREIRA RAMOS FILHO
    08:30 - 08:45 Infecções urinárias em situações especiais (1): ITUs recorrentes em mulheres e ITUs na gestação
    Palestrante - KARIN MARISE JAEGER ANZOLCH
    08:45 - 09:00 Infecções urinárias em situações especiais (2): ITUs em pacientes com cateter vesical, bexiga neurogênica e litíase
    Palestrante - FABIO LORENZETTI
    09:00 - 09:15 Escolha de antibióticos: racional e estratégias para evitar resistência
    Palestrante - CELSO FERREIRA RAMOS FILHO
    09:15 - 10:00 Discussão de casos clínicos
    Coordenador - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
      Debatedor - CELSO FERREIRA RAMOS FILHO
      Debatedor - KARIN MARISE JAEGER ANZOLCH
      Debatedor - FABIO LORENZETTI
      Debatedora - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    08:00-10:00 Curso Teórico C34 - DAEM: REVISÃO E ATUALIZAÇÃO
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    Este curso revisará novos conceitos e áreas controversas no tratamento do DAEM. O correto diagnóstico da doença e as opções terapêuticas disponíveis e as contraindicações para a terapia com testosterona serão discutidas no contexto dos mais recentes consensos. A relação da terapia de reposição hormonal com a próstata e o risco cardiovascular merecerá uma abordagem especial.

    Objetivo
    Propiciar uma atualização do diagnóstico e tratamento do DAEM e discutir os temas polêmicos que envolvem a terapia.

    Público Alvo
    Urologistas com formação geral

    Coordenadores
    Dr. Archimedes Nardozza Jr
    Dr. Ernani Rhoden
    Dr. John Mulhall
    08:00 – 08:15 Prevalência e diagnóstico do DAEM
    Palestrante - ERNANI LUIS RHODEN
    08:15 - 08:30 Tratamento do DAEM com testosterona. Com qual formulação inicio a terapia. Gel ou injetável?
    Palestrante - GERALDO EDUARDO DE FARIA
    08:30 - 08:45 Terapias de estímulo da produção endógena de testosterona. Citrato de clomifene,gonadotrofinas e outras. Quando usar?
    Palestrante - LUIZ OTÁVIO TORRES
    08:45 - 09:00 Terapia de reposição hormonal com testosterona e a próstata. HPB/LUTS e PSA
    Palestrante - ARCHIMEDES NARDOZZA JÚNIOR
    09:00 - 09:15 Terapia de reposição hormonal com testosterona em pacientes tratados de câncer da próstata. Posso fazer?
    Palestrante - ABRAHAM MORGENTALER
    09:15 - 09:30 Terapia de reposição hormonal com testosterona e risco cardiovascular. O que existe de verdade?
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    09:30 - 10:00 Discussão
    08:00-17:00 Curso Prático C36 A - CURSO TEÓRICO-PRÁTICO DE MICRO CIRURGIA
    Sala 11
     

    Introdução
    Este curso de 2 dias foi concebido para despertar o interesse em aprender, rever e reforçar aspectos importantes da microcirurgia na prática urológica, especialmente na área de infertilidade masculina.

    Objetivos do Curso
    Conhecer e manusear adequadamente o microscópio cirúrgico, aproveitando ao máximo os recursos disponíveis, facilitando a prática da microcirurgia e maximizando os resultados terapêuticos;
    Aprender os limites dos equipamentos na prática microcirúrgica;
    Conhecer e selecionar o instrumental e material cirúrgico mais apropriado para a prática da microcirurgia, levando-se em conta a relação custo/benefício;
    Treinar em modelos sintéticos visando o planejamento do tratamento microcirúrgico da varicocele, extração microcirúrgica de espermatozoides em pacientes azoospérmicos e da reversão de vasectomia.

    Descrição do Curso
    O propósito deste curso é prover informações e treinamento para urologistas que tenham interesse em iniciar a prática da microcirurgia, ou para aqueles que desejam ampliar sua atuação no campo da infertilidade masculina. O curso contará com vídeos ilustrando temas práticos, seguido de prática no microscópio cirúrgico com modelos sintéticos. Urologistas com experiência em microcirurgia urológica apresentarão:
    Os equipamentos utilizados na microcirurgia: microscópio e seus componentes, instrumental e materiais;
    O treinamento em modelos sintéticos e animais para o desenvolvimento da técnica microcirúrgica com paciência e determinação;
    Os equipamentos mínimos para a realização das principais cirurgias na área de infertilidade masculina: varicocelectomia e reversão de vasectomia, como início para desafios maiores na área de reprodução humana.

    Coordenador
    Marcello Cocuzza

    Programa – Segunda feira 02/11/15
    Início: 8:00hs Término: 17:00hs

    Manhã
    Retirada da apostila e orientações iniciais

    Palestra (30 minutos): Introdução à microcirurgia, apresentação dos materiais e demonstração da utilização do microscópio no centro cirúrgico.

    Laboratório: Treinamento microcirúrgico prático de técnicas básicas de sutura: uso de modelos plásticos.

    Intervalo: 12 – 13 horas


    Tarde
    Palestra (30 minutos): Aplicação prática da microcirurgia na infertilidade masculina

    Laboratório: Treinamento microcirúrgico prático de técnicas básicas de sutura: uso de modelos plásticos.


    Encerramento 17:00hs
    10:00-12:00 Curso Teórico C16 - UROLITÍASE: AVALIAÇÃO METABÓLICA PRÁTICA E TRATAMENTO CLÍNICO
    Sala 7
     

    Introdução
    A avaliação metabólica da litíase urinária, por ser um tema clínico e com resultados a longo prazo, é muitas vezes negligenciada pelo urologista. Assim outras especialidades vêm assumindo este importante tópico da urologia.
    Este curso pretende trazer uma revisão prática do tema, propociando a aquisição de conceitos que certamente serão muito úteis na identificação dos pacientes de risco e prescrição de tratamentos, dietas, mudança de hábitos que poderão mudar a história natural desta doença potencialmente recorente.

    Objetivo
    Ao término do curso o aluno deverá estar apto a compreender os principais mecanismos fisiopatológicos da litíse urinária, identificar dados releventes na história clínica, realizar estudo metabólico, orientar dieta e principais tratamentos metabólicos.

    Coordenadores
    Dr. Ernesto Reggio
    Dr. Anuar Mitre
    10:00 - 10:15 História, antecedentes, principais fatores de risco para doença litiasica
    Palestrante - ALEXANDRE DANILOVIC
    10:15 - 10:30 Abordagem básica na avaliação metabólica – em quem, quando e o que solicito
    Palestrante - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
    10:30 - 10:45 Síndrome metabólica e litíase urinária
    Palestrante - ALEXANDRE DANILOVIC
    10:45 - 11:00 Litíase Úrica – prevenção e tratamento
    Palestrante - EDUARDO MAZZUCCHI
    11:00 - 11:15 Identifição de pacientes de risco – obesidade, pós bariátrica, ressecções intestinais
    Palestrante - MURILO SPINELLI PINTO
    11:15 - 11:30 Orientações sobre cálcio na dieta - quando restringir? Quando repor?
    Palestrante - NATÁLIA LUCENA
    11:30 - 11:45 Dieta – orientações gerais e específicas para os casos mais típicos – ácido úrico, oxalato, bypass, estruvita
    11:45 - 12:00 Discussão de Casos
      Moderador - EDUARDO MAZZUCCHI
      Debatedor - ALEXANDRE DANILOVIC
      Debatedor - JOSÉ COCISFRAN ALVES MILFONT
      Debatedora - NATÁLIA LUCENA
    10:00-12:00 Curso Teórico C24 - ESTÉTICA GENITAL MASCULINA BASEADA EM EVIDÊNCIA
    Sala 6
     

    Introdução
    É destinado a todos os profissionais da saúde interessados em conhecer e manejar as questões estéticas genitais demandadas pelos homens. O conteúdo teórico inclui a diretriz SBU/AMB “Cirurgia Estética Genital Masculina” e artigos atualizados selecionados de acordo com seu nível de evidência MBE.
    Diferencial: a concentração nos detalhes dos aspectos práticos dos procedimentos tanto clínico quanto cirúrgicos, além da discussão de casos clínicos abertos à participação de todos.

    Objetivos
    Ao término do curso os participantes deverão ser capazes de:
    - Conhecer o estado ético e legal da prática de procedimentos estéticos na genitália masculina;
    - Conhecer a maior evidência científica para cada procedimento estético aplicado na genitália masculina;
    - Conhecer detalhes técnicos de cada procedimento estético genital;
    - Reconhecer os pacientes que potencialmente se beneficiariam de um procedimento estético genital.

    Tópicos
    • Conceitos básicos de Cirurgia Estética.
    • Metodologia de Medicina Baseada em Evidência para interpretação de artigos.
    • Cirurgia de aumento peniano
    • Cirurgia de engrossamento peniano
    • Bioplastia do escroto
    • Bioplastia de glande
    • “Lifting” genital
    • Lesões dermatológicas genitais de tratamento estético
    • Circuncisão estética
    • Curvatura peniana estética

    Coordenador
    Dr. Eloísio Alexsandro da Silva
    10:00 – 10:15 Conceitos básicos de Cirurgia Estética
    Palestrante - ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA
    10:15 - 10:25 Metodologia Medicina Baseada em Evidências
    Palestrante - LUIZ AUGUSTO FELÍCIO WESTIN DE CARVALHO
    10:25 - 10:40 Alongamento Peniano
    Palestrante - MIGUEL DE OLIVEIRA OSTA
    10:40 - 10:55 Engrossamento Peniano
    Palestrante - LUIS OTAVIO AMARAL DUARTE PINTO
    10:55 - 11:10 Bioplastia de Glande e Escroto
    Palestrante - ROGÉRIO ALVES BARBOZA
    11:10 - 11:25 Dermolipectomia e Lifting Genital
    Palestrante - ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA
    11:25 - 12:00 Discussão de Casos Clínicos
    Debatedor - MARCIO AMARAL DA SILVA
    10:00-12:00 Curso Teórico C35 - IMPLANTE DE PRÓTESE PENIANA (AVANÇADO) E TRATAMENTO DAS COMPLICAÇÕES
    Sala 1 | 2
     

    Princípios gerais
    O curso avançado de implante cirúrgico de próteses penianas (IPP) é destinado aos urologistas e residentes de urologia que desejam conhecer os aspectos avançados e fundamentais para os implantes penianos, especialmente quanto à melhor técnica cirúrgica para cada situação especial (casos difíceis), prevenção e tratamento de complicações. Os professores, experientes nos temas, serão estimulados a apresentar os conteúdos programáticos de forma clara e objetiva. Ao final, será reservado um tempo para discussão, com todos os participantes do curso.

    Objetivos
    Ao término do curso avançado de IPP, os participantes deverão ser capazes de:
    a) conhecer as indicações cirúrgicas
    b) escolher qual o tipo de prótese: maleável ou inflável, para cada caso específico
    c) identificar os passos fundamentais das diversas técnicas cirúrgicas
    d) saber como prevenir e tratar as complicações cirúrgicas

    Tópicos
    Indicações, contra-indicações de IPP e diferenças entre os tipos de próteses penianas
    Técnicas cirúrgicas de IPP maleáveis e infláveis
    Técnica cirúrgica para IPP em situações especiais
    Fibrose extensa de corpo cavernoso pós priapismo ou cavernosite
    Doença de Peyronie severa: pênis curto e fibrótico
    Pênis com enxerto extenso de túnica albugínea
    Prevenção e tratamento das complicações de IPP
    Infecção de corpo cavernoso
    Perfuração e extrusão distal e proximal de prótese
    Deformidades tardias: SST, prótese mal posicionada e falhas mecânicas
    Cirurgias de revisão de IPP: principais causas e soluções
    O paciente insatisfeito: aspectos legais e prevenção

    Coordenadores
    Dr. Antônio de Moraes Jr
    Dr. Fernando Lorenzini
    10:00 - 10:20 Abertura
    Palestrante - ANTÔNIO DE MORAES JUNIOR
    10:00 - 10:20 Secretário - RUIMARIO MACHADO COELHO
    10:00 - 10:20 Abordagem inicial em IPP
    10:00 - 10:06 Abordagem inicial em IPP: Indicações de IPP
    Palestrante - FERNANDO NESTOR FACIO JUNIOR
    10:06 - 10:12 Abordagem inicial em IPP: Contra-indicações de IPP
    Palestrante - MÁRCIO DE CARVALHO
    10:12 - 10:18 Abordagem inicial em IPP: Diferenças entre as próteses maleáveis e infláveis
    Palestrante - PAULO ROBERTO MAGALHAES BASTOS
    10:20 - 10:30 Técnicas cirúrgicas de IPP para as maleáveis e as infláveis
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    10:30 - 11:00 Técnica cirúrgica para IPP em situações especiais
    10:30 - 10:40 Técnica cirúrgica para IPP em situações especiais: Fibrose extensa de corpo cavernoso pós priapismo ou cavernosite
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    10:40 - 10:50 Técnica cirúrgica para IPP em situações especiais: Doença de Peyronie severa: pênis curto e fibrótico
    Palestrante - GERALDO EDUARDO DE FARIA
    10:50 - 11:00 Técnica cirúrgica para IPP em situações especiais: Pênis com enxerto extenso de túnica albugínea
    Palestrante - CELSO GROMATZKY
    11:00 - 11:30 Prevenção e tratamento das complicações de IPP
    11:00 - 11:10 Prevenção e tratamento das complicações de IPP: Deformidades penianas tardias: SST, prótese mal posicionada e falhas mecânicas
    Palestrante - JOHN P. MULHALL
    11:10 - 11:20 Prevenção e tratamento das complicações de IPP: Perfuração e extrusão: distal e proximal
    Palestrante - ARCHIMEDES NARDOZZA JÚNIOR
    11:20 - 11:30 Prevenção e tratamento das complicações de IPP: Infecção de corpo cavernoso
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    11:30 - 11:40 Cirurgias de revisão de IPP: principais causas e soluções
    Palestrante - EDUARDO BERNA BERTERO
    11:40 - 11:50 O paciente insatisfeito: aspectos legais e prevenção
    Palestrante - FERNANDO LORENZINI
    11:50 - 12:00 Discussão
    10:00-14:00 Curso Teórico C42 - SAÚDE DO HOMEM 
    Sala 5
     

    Coordenadores
    Dr. Carlos Alberto Bezerra
    Dr. Sidney Glina
    10:00 - 10:10 Abertura
    Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
      Palestrante - SIDNEY GLINA
    10:10 - 10:30 Check up no Homem: um protocolo que o urologista deve cumprir
    Palestrante - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
    10:30 - 10:50 Porque é importante diagnosticar disfunção erétil no homem?
    Palestrante - PAULO OLIVEIRA DOS SANTOS
    10:50 - 11:10 DAEM: o que o urologista deve saber? Quais as controvérsias?
    Palestrante - ERNANI LUIS RHODEN
    11:10 - 11:30 Doença de Peyronie: como tratar em 2016
    Palestrante - CELSO GROMATZKY
    11:30 - 12:00 Discussão de casos de disfunção sexual e síndrome metabólica
    Palestrante - GERALDO EDUARDO DE FARIA
    12:00 - 12:45 Simpósio Satélite: Novos "insights" no tratamento combinado da HBP
    Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
    12:45 - 13:00 Desafios em Luts e HPB: estratégias de tratamento diante de tantas drogas
    Palestrante - MÁRCIO AUGUSTO AVERBECK
    13:00 - 13:15 Tratamento cirúrgico de HPB: laser, plasma, bipolar, etc: o que eu faço?
    Palestrante - PAULO RODRIGUES
    13:15 - 13:30 Rastreamento do câncer de próstata: evidências versus mundo real, como eu faço no consultório?
    Palestrante - FERNANDO PIRES VAZ
    13:30 - 14:00 Discussão de casos clínicos: Próstata e Luts
    Moderador - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    14:00 Encerramento
    13:00-15:00 Curso Teórico C02 - TUMOR INVASIVO DE BEXIGA, DERIVAÇÕES, TUMOR AVANÇADO E METASTÁTICO: ASPECTOS PRÁTICOS
    Sala 1 | 2
     

    Introdução:
    O câncer urotelial da bexiga é a 2ª neoplasia mais prevalente do trato urinário e a 8ª causa de morte por tumores após a 5ª década de vida nos EUA. Embora a apresentação inicial mais comum seja a superficial, aproximadamente 1/3 dos pacientes apresenta tumores invasivos da muscular vesical no diagnóstico inicial ou durante o período de acompanhamento. Caracteriza esta fase um comportamento biológico agressivo, cuja sobrevida em 2 anos é menor que 15% nos pacientes não tratados A terapêutica padrão nos estágios invasivos é a cistectomia radical com linfadenectomia pélvica extendida com resultados de sobrevida (5 anos) que oscilam entre 50% a 75% dos casos, dependente de fatores prognósticos relacionados ao tumor (estádio/grau de diferenciação celular), das condições clínicas do paciente, em geral idosos, e do sucesso do ato operatório. O papel da quimioterapia neoadjuvante e adjuvante é controverso, assim como o tipo de derivação/reconstrução urinária após cistectomia. Este tumor, assim como as alternativas de tratamentos conservadores, serão amplamente discutidos durante o curso. A conduta na fase metastática tem caráter sistêmico com destaque para programas de quimioterapia, individualizados de acordo com as condições clínicas e disponibilidade dos recursos médico-hospitalares.

    Objetivo
    O objetivo do curso é uma atualização sobre o tema com ênfase nas controvérsias e nos resultados contemporâneos. Será estimulada a interação da audiência com os palestrantes de reconhecida experiência, notadamente no módulo de discussão de casos clínicos. Esperamos que todos aproveitem este curso, cujas mensagens visam melhoria no atendimento de nossos pacientes.

    Coordenadores:
    Dr. Antonio Carlos Lima Pompeo
    Dr. Rodolfo Borges dos Reis
    13:00 - 13:05 Apresentação do Curso
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    13:05 - 13:20 Marcadores moleculares prognósticos
    Palestrante - RODOLFO BORGES DOS REIS
    13:20 - 13:40 Cistectomia radical: indicações, aspectos técnicos (cirurgia aberta X robótica) e resultados
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    13:40 - 13:55 Quimioterapia neoadjuvante e adjuvante: prós e contras
    Palestrante - FERNANDO COTAIT MALUF
    13:55 - 14:15 Papel da preservação vesical no estádio T2
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    14:15 - 14:30 Derivações urinárias pós-cistectomias: visão latino-americana
    Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    14:30 - 15:00 Discussão de casos clínicos: evolução terapêutica através do tempo
      Debatedor - RODOLFO BORGES DOS REIS
      Debatedor - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
      Debatedor - BERNARD H BOCHNER
    15:00-17:00 Curso Teórico C33 B - Implante de prótese inflavel pela técnica de Perito e instrumentação necessária
    Sala 1 | 2
     

    Descrição do curso
    A abordagem infrapúbica minimamente invasiva para o implante de prótese inflável é rápida e eficiente. Os resultados pós-operatórios são iguais ou até mesmo superiores aos relatados na literatura, empregando-se outras vias. Usando-se uma técnica que alia movimentos rápidos em pouquíssimo tempo, a abordagem infrapúbica minimamente invasiva oferece um retorno precoce e seguro a atividade sexual.

    Objetivos
    O objetivo deste programa é demonstrar a técnica cirúrgica necessária para um implante infrapúbico seguro da prótese inflável, e com isso aumentar a expertise do aluno na área de disfunção erétil

    Expectativa após o curso
    Após o término do curso, o aluno será capaz de incorporar a técnica demonstrada em sua prática, incluindo: acesso seguro aos corpos cavernosos, medição e instalação adequadas dos cilindros, novo posicionamento dos reservatórios em pelves virgens de tratamento e em reoperações , e colocação correta do pump.

    Coordenador
    Dr. Paul Perito
    03 de novembro | Terça-feira
    Plenária
    07:30-07:45 Slings em 2015
      Palestrante - PAULO CESAR RODRIGUES PALMA
    07:45-08:00 Conferência Instituto Nacional do Câncer: Rumos do Tratamento do Câncer de Próstata na Medicina Pública do Brasil
      Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    08:00-08:10 Conferência Sequenciamento no CaP resistente a castração
      Palestrante - LUCAS MENDES NOGUEIRA
    08:10-08:40 Discussão de Casos Clínicos CaP avançado/Resistente a castração
      Moderador - FERNANDO PIRES VAZ
      Painelista - BERNARD H BOCHNER
      Painelista - FERNANDO COTAIT MALUF
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - LUCAS MENDES NOGUEIRA
      Painelista - ROBSON FERRIGNO
    08:40-08:45 Momento IBJU 
    08:40 - 08:45 Momento IBJU
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    08:45-09:10 Ponto e contraponto Quimioterapia vs LDRP no TNST estágio II
    08:45 - 09:10 Moderador - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    08:45 - 08:52 QT
    Palestrante - FERNANDO COTAIT MALUF
    08:52 - 08:59 LDRP
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    08:59 - 09:02 Réplica
    Palestrante - FERNANDO COTAIT MALUF
    09:02 - 09:05 Tréplica
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    09:05 - 09:10 Discussão e conclusões
    09:10-09:25 Conferência SIU Cancer do Pênis: Uma neoplasia a ser erradicada
      Palestrante - ANTONIO CARLOS LIMA POMPEO
    09:25-09:55 Vídeos Comentados / Discussão de Casos Clínicos Casos comentados pelo especialista – ureteroscopia rígida e flexível, pulverização vs basket, complicações
      Moderador - EDUARDO MAZZUCCHI
      Painelista - ALEX ELTON MELLER
      Painelista - BRUNO MELLO RODRIGUES DOS SANTOS
      Painelista - MAHESH DESAI
      Painelista - NELSON GATTÁS
    09:55-10:20 Intervalo 
    10:20-10:30 Pílulas de MBE Tratamento medicamentoso para HPB revisitado
      Palestrante - RONALDO DAMIÃO
    10:30-10:50 Sessão IBJU Gleason 6 - é ou não é câncer?
      Moderador - SIDNEY GLINA
    10:30 - 10:37 Gleason 6: Meus conceitos
    Palestrante - KÁTIA RAMOS MOREIRA LEITE
    10:37 - 10:44 Gleason 6: Meus conceitos
    Palestrante - SÉRGIO DE OLIVEIRA ROMANO
    10:44 - 10:55 Discussão e conclusões
    10:55-11:00 Pílulas de MBE ITU de repetição
      Palestrante - NANCY TAMARA DENICOL
    11:05-11:25 Palestra Transplante Renal: Atualização
      Moderador - ROMOLO GUIDA JUNIOR
    11:05 - 11:10 Imunossupressão
    Palestrante - EDUARDO ROCHA
    11:10 - 11:15 Doador Cadáver
    Palestrante - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    11:15 - 11:20 Intervivos
    Palestrante - MARCO TULIO COELHO LASMAR
    11:20 - 11:25 Discussão e Conclusões
    11:25-11:35 Câncer de Pênis: Novas abordagens para um velho problema
      Palestrante - JOSÉ DE RIBAMAR RODRIGUES CALIXTO
    11:35-11:40 Momento SBU Homenagem ao Dr. Gopal Badlani
    11:40-11:55 Conferência O papel da genética e o uso de células musculares na incontinência urinária de estresse
      Palestrante - GOPAL BADLANI
    11:55-12:25 Discussão de Casos Clínicos Câncer de rim localmente avançado/metastático
      Moderador - PAULO RODRIGUES
      Painelista - Carlos Augusto Vasconcelos de Andrade
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - ELINEY FERREIRA FARIA
      Painelista - JONATHAN A. COLEMAN
      Painelista - J ALFRED WITJES
    12:30-13:30 Simpósio Satélite 
    13:35-13:55 Casos Clínicos Desafios na abordagem das lesões de uretra
      Moderador - ANDRÉ GUILHERME L. DA CAVALCANTI
      Painelista - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
      Painelista - DÉCIO STREIT
      Painelista - LEOPOLDO ALVES RIBEIRO FILHO
      Painelista - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    13:55-14:15 Ponto e contraponto Seminoma de testículo T2
      Moderador - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    13:55 - 14:02 Observação
    Palestrante - WILSON FRANCISCO SCHREINER BUSATO JÚNIOR
    14:02 - 14:09 Quimioterapia
    Palestrante - DANIEL HERCHENHORN
    14:09 - 14:12 Réplica
    Palestrante - WILSON FRANCISCO SCHREINER BUSATO JÚNIOR
    14:12 - 14:15 Tréplica
    Palestrante - DANIEL HERCHENHORN
    14:15-14:25 Atualização em cistectomia robótica
      Palestrante - DIPEN J. PAREKH
    14:25-14:35 Palestra Análise dos guidelines da AUA: Urotrauma
      Palestrante - FERNANDO MEYER
    14:35-14:40 Momento SBU Comunicação
    14:40-14:55 Conferência O papel da cirurgia percutânea vs ureteroscopia flexível
      Palestrante - MAHESH DESAI
    14:55-15:30 Discussão de Casos Clínicos Lidando com complicações em urooncologia
      Moderador - WILLIAM CARLOS NAHAS
      Painelista - BERNARD H BOCHNER
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - MARCOS FRANCISCO DALL‘OGLIO
      Painelista - MILTON BERGER
      Painelista - WAGNER EDUARDO MATHEUS
    15:30-16:00 Intervalo 
    16:00-16:10 Pílulas de MBE Slings - retropúbico, transobturatório ou mini-slings
      Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
    16:10-16:25 Palestra Cirurgia Estética Genital: a nova área de atuação do urologista
      Palestrante - ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA
    16:25-17:10 Painel e Discussão de Casos Clínicos Condutas no tumor músculo-invasivo da bexiga - cistectomia, preservação vesical
      Moderador - LÚCIO FLÁVIO GONZAGA SILVA
      Painelista - BERNARD H BOCHNER
      Painelista - DANIEL HERCHENHORN
      Painelista - DIPEN J. PAREKH
      Painelista - J ALFRED WITJES
      Painelista - VLADMIR PINHEIRO DE OLIVEIRA
    16:25 - 16:32 Cistectomia Precoce
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    16:32 - 16:39 Quimioterapia Neoadjuvante e Cistectomia
    Palestrante - VLADMIR PINHEIRO DE OLIVEIRA
    16:39 - 16:46 Preservação Vesical
    Palestrante - J ALFRED WITJES
    16:46 - 17:10 Discussão de Casos Clínicos
    17:10- Encerramento 
    03 de novembro | Terça-feira
    Cursos
    08:00-10:00 Curso Teórico C11 - TRATAMENTO DOS PROLAPSOS VAGINAIS ANTERIOR E APICAL PELO UROLOGISTA - INDICAÇÕES, MÉTODOS E COMPLICAÇÕES
    Sala 5
     

    Introdução
    O prolapso de órgãos pélvicos (POP) é uma condição prevalente na população feminina, sendo ainda uma das principais causas de cirurgia reconstrutiva na atualidade. Alguns fatores de risco, frequentemente citados na literatura médica, incluem: multiparidade, partos vaginais, idade avançada, período pós-menopausa, entre outros. O diagnóstico pode ser feito através da anamnese, exame físico, e de exames complementares (imagem). A definição do tratamento mais adequado depende da severidade, dos sintomas, da idade e das comorbidades da paciente. O presente curso visa discutir o manejo da paciente com POP anterior e apical pelo urologista.

    Objetivos
    Ao término deste curso, os participantes deverão estar aptos para:
    - Reconhecer a importância do sistema de classificação do POP;
    - Descrever as técnicas de correção sítio-específica e as indicações para uso de mesh;
    - Entender o manejo das falhas e complicações do tratamento do POP.

    Coordenadores
    Dr. Márcio Averbeck
    Dr. Carlos Bezerra
    Dr. Luis Augusto Seabra Rios
    08:00 - 08:10 Fisiopatologia e fatores de risco para POP
    Palestrante - FERNANDO GONÇALVES DE ALMEIDA
    08:10 - 08:20 Avaliação da Paciente, exame físico e classificação do POP
    Palestrante - KARIN MARISE JAEGER ANZOLCH
    08:20 - 08:30 Técnicas de correção sítio-específica
    Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
    08:30 - 08:45 Indicações para uso de telas e estratégias para evitar complicações
    Palestrante - DAVID SUSSMAN
    08:45 - 09:00 Papel da sacropromontofixação videolaparoscópica (robótica?)
    Palestrante - ROMOLO GUIDA JUNIOR
    09:00 - 10:00 Discussão de casos clínicos:
      Tópicos:
      - Quando tratar e quando não tratar um prolapso?
      - Como escolher a técnica a ser utilizada?
      - Como identificar e tratar as complicações?
      - O que fazer nas recidivas?
    09:00 - 09:15 Caso Clínico 1: Incontinência urinária oculta
    Palestrante - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    09:20 - 09:40 Caso Clínico 2: Exposição vaginal (complicação pós-implante de mesh)
    Palestrante - NELSON SIVONEI DA SILVA BATEZINI
    09:40 - 10:00 Caso clínico 3: Dor pós-implante de mesh
    Palestrante - CARLOS ALBERTO BEZERRA
    08:00-10:00 Curso Teórico C25 - CIRURGIA DE URETRA 2015
    Sala 1 | 2
     

    Introdução
    É destinado aos urologistas interessados em aprimorar seus conhecimentos no manuseio na estenose de uretra.
Diferencial: Defrontar o aluno com casos reais de estenose de uretra, simulando a sua condução desde a avaliação inicial, opções de métodos de diagnóstico e finalmente como decidir qual melhor abordagem terapêutica. Tudo intercalado com conceitos teóricos pertinente ao tópico discutido.
    Objetivos
Ao término do curso os participantes deverão ser capazes de:
- Avaliar todos os detalhes de uma estenose de uretra baseados das informações clínicas e de imagem.
- Conhecer todas as variáveis que devem ser analisadas na decisão do melhor tratamento. 
- Conhecer todas as técnicas disponíveis no dia de hoje para o tratamento da estenose de uretra e saber lidar com as suas complicações.

    Tópicos

    • Anatomia da Uretra
 • Avaliação inicial da estenose de uretra
 • Métodos diagnósticos
 • Tratamentos disponíveis
 • Abordagem endoscópica
 • Uretroplastia Anterior Anastomótica 
• Opções de enxertos e retalhos
 • Uretroplastia de Substituição
 • Uretroplastia Posterior
 • Segmento pós operatório
 • Complicações


    Coordenadores
    Dr. André Cavalcanti
    Dr. Sérgio Ximenes
    08:00 - 08:20 Anatomia e métodos diagnósticos no tratamento da Estenose de Uretra
    Palestrante - SÉRGIO FÉLIX XIMENES
    08:20 - 09:00 Estenose de Uretra Anterior. Abordagem completa
    Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    09:00 - 09:30 Estenose de Uretra Posterior. Abordagem Completa
    Palestrante - ANDRÉ GUILHERME L. DA CAVALCANTI
    09:30 - 10:00 Apresentação de Casos Clínicos
    08:00-17:00 Curso Prático C36 B - CURSO TEÓRICO-PRÁTICO DE MICRO CIRURGIA
    Sala 11
     

    Introdução
    Este curso de 2 dias foi concebido para despertar o interesse em aprender, rever e reforçar aspectos importantes da microcirurgia na prática urológica, especialmente na área de infertilidade masculina.

    Objetivos do Curso
    Conhecer e manusear adequadamente o microscópio cirúrgico, aproveitando ao máximo os recursos disponíveis, facilitando a prática da microcirurgia e maximizando os resultados terapêuticos;
    Aprender os limites dos equipamentos na prática microcirúrgica;
    Conhecer e selecionar o instrumental e material cirúrgico mais apropriado para a prática da microcirurgia, levando-se em conta a relação custo/benefício;
    Treinar em modelos sintéticos visando o planejamento do tratamento microcirúrgico da varicocele, extração microcirúrgica de espermatozoides em pacientes azoospérmicos e da reversão de vasectomia.

    Descrição do Curso
    O propósito deste curso é prover informações e treinamento para urologistas que tenham interesse em iniciar a prática da microcirurgia, ou para aqueles que desejam ampliar sua atuação no campo da infertilidade masculina. O curso contará com vídeos ilustrando temas práticos, seguido de prática no microscópio cirúrgico com modelos sintéticos. Urologistas com experiência em microcirurgia urológica apresentarão:
    Os equipamentos utilizados na microcirurgia: microscópio e seus componentes, instrumental e materiais;
    O treinamento em modelos sintéticos e animais para o desenvolvimento da técnica microcirúrgica com paciência e determinação;
    Os equipamentos mínimos para a realização das principais cirurgias na área de infertilidade masculina: varicocelectomia e reversão de vasectomia, como início para desafios maiores na área de reprodução humana.

    Coordenador
    Marcello Cocuzza

    Início: 8:00hs Término: 17:00hs

    Manhã
    Retirada da apostila e orientações iniciais

    Palestra (30 minutos): Introdução à microcirurgia, apresentação dos materiais e demonstração da utilização do microscópio no centro cirúrgico.

    Laboratório: Treinamento microcirúrgico prático de técnicas básicas de sutura: uso de modelos plásticos.

    Intervalo: 12 – 13 horas


    Tarde
    Palestra (30 minutos): Aplicação prática da microcirurgia na infertilidade masculina

    Laboratório: Treinamento microcirúrgico prático de técnicas básicas de sutura: uso de modelos plásticos.


    Encerramento 17:00hs
    08:00-10:15 FÓRUM F2 - FÓRUM VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL
    Sala C
     

    Coordenador
    Dr. Jorge Gabrich
    08:00 - 08:15 A SBU como órgão de defesa e valorização profissional. O que somos o que devemos e o que podemos ser
    Palestrante - CARLOS ALBERTO MONTE GOBBO
    08:15 - 08:30 A organização de uma entidade de valorização profissional por médicos e os desafios jurídicos a serem vencidos
    Palestrante - PAULO HENRIQUE VERDAN
    08:30 - 08:45 Escritório de Brasília: histórico de ações e perspectivas futuras
    08:45 - 09:00 A organização de uma entidade de valorização profissional no Estado do Rio de Janeiro - AURJ
    Palestrante - JOÃO ANTÔNIO PEREIRA CORREIA
    09:00 - 09:15 Valorização Profissional - A experiência no Estado de Alagoas
    Palestrante - MÁRIO RONALSA BRANDÃO FILHO
    09:15 - 09:30 A experiência dos Urologistas do Espírito Santo na organização de uma entidade de valorização profissional
    Palestrante - ALEXANDRE CANTARELLA TIRONI
    09:30 - 10:15 Discussão
    10:00-12:00 Curso Teórico C04 - CÂNCER DE BEXIGA: ABORDAGEM CONTEMPORÂNEA DA DOENÇA NÃO MÚSCULO INVASIVA
    Sala 1 | 2
     

    Coordenadores
    Dr. Alvaro Sadek Sarkis
    Dr. Daher Cezar Chade
    10:00 - 10:10 Introdução
    Palestrante - ÁLVARO SADEK SARKIS
    10:10 - 10:25 Caracterização Genômica e Marcadores moleculares do carcinoma urotelial
    Palestrante - KÁTIA RAMOS MOREIRA LEITE
    10:25 - 10:40 Novos métodos endoscópicos diagnósticos e terapeuticos (PDD, NBI)
    Palestrante - MAURICIO DENER CORDEIRO
    10:40 10:55 Protocolo de tratamento e seguimento do tumor não-musculo invasivo de bexiga
    Palestrante - FRANZ SANTOS DE CAMPOS
    10:55 - 11:10 Quimioterapia Intravesical após falha do BCG
    Palestrante - LEOPOLDO ALVES RIBEIRO FILHO
    11:10 - 11:25 Carcinoma in situ Primário versus Secundário: Qual a importância?
    Palestrante - DAHER CEZAR CHADE
    11:25 - 11:40 Estratificação de risco e nomogramas: como e quando utilizá-los na prática clínica?
    Palestrante - GUSTAVO FRANCO CARVALHAL
    11:40 - 11:55 Cistectomia precoce: quando indicar?
    Palestrante - BERNARD H BOCHNER
    11:55 - 12:00 Discussão
    10:00-12:00 Curso Teórico C12 - ABORDAGEM PRÁTICA DA INCONTINÊNCIA URINÁRIA PÓS-PR
    Sala 5
     

    Introdução
    A incontinência urinária que ocorre após cirurgias prostáticas tem grave impacto negativo na Qualidade de Vida dos pacientes. Este curso abrangente e prático permitirá uma atualização nos aspectos fisiopatológicos e acima de tudo na avaliação e tratamento do paciente incontinente. Ênfase especial será dada à revisão das alternativas terapêuticas contemporâneas, incluindo tratamento conservador, agentes uretrais injetáveis, balões periuretrais, slings e esfincter artificial. As apresentações serão corroboradas pela discussão de casos clínicos reais vividos pelos palestrantes do curso, fornecendo uma abordagem bastante prática e realística. Esta abordagem tem o objetivo de manter a audiência extremamente envolvida e participante.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    • Compreender a fisiopatologia da incontinência urinária pós prostatectomia
    • Discutir criticamente os métodos para avaliação do homem com incontinência urinária pós prostatectomia
    • Conhecer as alternativas de tratamento conservador e cirúrgico para a incontinência urinária pós prostatectomia
    • Compreender os critérios usados para selecionar o tratamento de acordo com as características do paciente

    Descrição
    • Curso com apresentações teóricas e discussão de casos. Em todas as apresentações, será feita uma introdução e atualização do tema durando 10-15 minutos, seguida por apresentação de casos clínicos com discussão aberta à participação de todos.

    Coordenadores
    Dr. Cristiano Mendes Gomes
    Dr. Fabrício Carvalho
    Dr. Valter Muller
    Dr. Carlos R. Sacomani
    10:00 - 10:10 Epidemiologia, fisiopatologia e abordagem inicial da incontinência urinária após prostatectomia
    Palestrante - CARLOS ALBERTO RICETTO SACOMANI
    10:10 - 10:20 Avaliação urodinâmica na IUPP: aspectos diagnósticos, prognósticos e terapêuticos
    Palestrante - THIAGO SOUTO HEMERLY
    10:20 - 10:30 Injeção de agentes uretrais e balões periuretrais no tratamento da IUPP
    Palestrante - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
    10:30 - 10:40 Slings suburetrais no tratamento da IUPP
    Palestrante - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
    10:40 - 10:50 Esfíncter artificial no tratamento da IUPP
    Palestrante - VALTER MÜLLER
    10:50 - 11:00 Impacto de radioterapia, estenose uretral e problemas vesicais no prognóstico e escolha terapêutica
    Palestrante - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
    11:10 - 12:00 Discussão de casos clínicos
      Apresentador - CRISTIANO MENDES GOMES
      Debatedor - CHRISTOPHER R. CHAPPLE
      Debatedor - CARLOS ALBERTO RICETTO SACOMANI
      Debatedor - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
      Debatedor - FLAVIO EDUARDO TRIGO ROCHA
      Debatedor - VALTER MÜLLER
    10:00-12:00 Curso Teórico C27 - DST: O QUE MUDOU NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO EM 2015
    Sala 6
     

    Coordenador
    Dr. Sylvio Quadros
    10:00 - 10:05 Introdução
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    10:05 - 10:20 Diagnóstico laboratorial das uretrites
    Palestrante - CLEIDISMAR ROSA PIRES
    10:20 - 10:35 Tratamento das uretrites: quando a abordagem sindrômica torna-se importante
    Palestrante - BRUNO SAMPAIO NUNES SARMENTO
    10:35 - 10:50 Diagnóstico diferencial das úlceras genitais
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    10:50 - 11:00 Intervalo
    11:00 - 11:15 HPV no homem: onde o devaneio encontra a realidade
    Palestrante - HOMERO GUSTAVO DE CAMPOS GUIDI
    11:15 - 11:30 Conceitos imunológicos para o entendimento das infecções pelo HPV
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    11:30 - 11:45 Diagnóstico das lesões por HPV no homem
    Palestrante - HOMERO GUSTAVO DE CAMPOS GUIDI
    11:45 - 12:00 Tratamento das lesões por HPV na realidade brasileira
    Palestrante - JOÃO LUIZ SCHIAVINI
    10:00-12:00 Curso Teórico C28 - UROLOGIA RECONSTRUTORA (NÃO URETRAL) E TRAUMA UROLÓGICO EM 2015
    Sala 7
     

    Introdução
    Trata-se de um curso com enfoque prático no traumatismo uro-genital e nas técnicas de reconstrução utilizadas no trato genito-urinário ( excluindo a reconstrução e o trauma uretral). Contará com a participação de colegas com intensa prática e experiência nos assuntos abordados. Discussão de considerações práticas no manejo dos traumas genito-urinários e técnicas de reconstrução será um ponto diferencial neste curso.

    Objetivos
    Ao término do curso, os participantes deverão ser capazes de:
    -reconhecer os principais protocolos de manejo dos traumas genito-urinários – rim, ureter, bexiga, uretra e genitália.
    -reconhecer os princípios da reconstrução dos orgãos do trato genito-urinário ( exceto da uretra).

    Coordenadores
    Dr. Valdemar Ortiz
    Dr. André Cavalcanti
    10:00 - 10:15 Trauma Vesical
    Palestrante - RONI DE CARVALHO FERNANDES
    10:15 - 10:35 Principios Básicos da Reconstrução Vesical em Adultos
    Palestrante - ANDRÉ GUILHERME L. DA CAVALCANTI
    10:35 - 10:55 Princípios Básicos da Reconstrução Vesical em Crianças
    Palestrante - ATILA RONDON
    10:55 - 11:15 Trauma e Reconstrução Ureteral
    Palestrante - JUAN MIGUEL RENTERIA
    11:15 - 11:25 Qual o melhor manejo Agudo do Trauma de Uretra Posterior
    Palestrante - ANDRÉ GUILHERME L. DA CAVALCANTI
    11:25 - 11:40 Trauma renal – limites do manejo conservador
    Palestrante - JUAN MIGUEL RENTERIA
    11:40 - 12:00 Trauma Genital
    Palestrante - RICARDO DE ALMEIDA E SILVA JUNIOR
    10:00-12:00 Curso Teórico C37 - INFERTILIDADE: COMO O UROLOGISTA GERAL DEVE AVALIAR E TRATAR O FATOR MASCULINO
    Sala A
     

    Coordenadores
    Dr. Reginaldo Martello
    Dr. Augusto Reis
    Dr. Fernando Lorenzini
      Parte I - Diagnóstico
    10:00 - 10:10 Espermatogênese
    Palestrante - REGINALDO MARTELLO
    10:10 - 10:20 Etiologias da Infertilidade Masculina
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    10:20 - 10:30 História e Exame Físico
    Palestrante - RICARDO DESTRO SAADE
    10:30 - 10:40 Análise Seminal
    Palestrante - MARCELO HORTA FURTADO
    10:40 - 10:50 Avaliação Hormonal ou Histológica
    Palestrante - AUGUSTO BARBOSA REIS
    10:50 - 11:00 Avaliação Genética
    Palestrante - RODRIGO LESSI PAGANI
      Parte II - Tratamento
    11:00 - 11:10 Tratamento clínico
    Palestrante - ERNANI LUIS RHODEN
    11:00 - 11:20 Varicocele
    Palestrante - FERNANDO LORENZINI
    11:20 - 11:30 Reversão de Vasectomia
    Palestrante - MARCELLO ANTONIO SIGNORELLI COCUZZA
    11:30 - 11:40 PESA, TESA, MATA
    Palestrante - MARCELO VIEIRA
    11:40 - 11:50 MESA, TESE, MICROTESE
    Palestrante - SANDRO CASSIANO ESTEVES
    11:50 - 12:00 IIU, FIV, ICSI
    Palestrante - MATHEUS TEIXEIRA ROQUE
    14:00-16:00 Curso Teórico C05 - ABORDAGEM CONTEMPORÂNEA DO CÂNCER DE PRÓSTATA DE ALTO RISCO
    Sala 1 | 2
     

    Introdução:
    O curso abrange um tema de muita relevância e controvérsia. O câncer prostático (CAP) de alto risco é uma variante da doença em que o papel do patologista é mais relevante ainda, uma vez que a precisa graduação de Gleason, juntamente com a exata avaliação da extensão do acometimento do órgão são fundamentais na categorização do grau de risco. A análise do caso por imagem reforça e complementa esta avaliação, trazendo detalhes imprescindíveis para a decisão terapêutica. Talvez seja nesta fase da doença em que a multidisciplinaridade desempenhe seu papel mais relevante. Como a multimodalidade de tratamentos é a regra, o paciente portador do CAP de alto risco necessita do concurso harmônico do cirurgião, do oncologista e do radioterapeuta, para um planejamento mais adequado e preciso que possibilite bons índices de cura. O presente curso abordará tais tópicos de maneira clara, concisa e prática, trazendo os últimos avanços relacionados aos métodos diagnósticos e enfatizando a evidência existente quanto às alternativas de tratamento.

    Objetivos
    O presente curso tem como objetivos propiciar ao aluno:
    1. Conhecer as ferramentas para identificar o CAP de alto risco;
    2. Demonstrar os fatores prognósticos;
    3. Apresentar as alternativas terapêuticas e seu sequenciamento;
    4. Entrar em contato com situações práticas, através de casos ilustrativos.

    Coordenadores:
    Dr. Ubirajara Ferreira
    Dr. Marcus Vinicius Sadi
    14:00 - 14:15 Definicão atual de tumor de alto risco
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    14:15 - 14:30 Papel dos exames de imagem
    Palestrante - MARCUS VINICIUS SADI
    14:30 - 14:45 Aspectos críticos do estudo anátomo-patológico
    Palestrante - KÁTIA RAMOS MOREIRA LEITE
    14:45 - 15:00 Tratamento multi-modal com cirurgia
    Palestrante - JONATHAN A. COLEMAN
    15:00 - 15:15 Tratamento multimodal com radioterapia
    Palestrante - LISA MORIKAWA
    15:15 - 16:00 Discussão / Discussão de caso típico
    Debatedor - UBIRAJARA FERREIRA
    14:00-16:00 Curso Teórico C29 - IBJU - CURSO PRÁTICO PARA REVISORES E AUTORES
    Sala 6
     

    Introdução
    É destinado aos profissionais da saúde interessados em publicação científica e serem revisores de artigos para revistas científicas.

    Objetivos
    Ao término do curso os participantes deverão:
    - aprofundar noções de como preparar seu artigo aumentando sua chance de terem-na aceita para publicação;
    - ser capazes de fazer uma revisão de um artigo científico
    - ser capazes de utilizar o programa de subimssão e revisão, Scholar One, utilizado pelo International Brazilian Journal of Urology

    Coordenador
    Dr. Sidney Glina
    14:00 - 14:10 Porque publicar no International Brazilian Journal of Urology
    Palestrante - SIDNEY GLINA
    14:10 - 14:30 Como preparar sua publicação para ser aceita em uma boa revista
    Palestrante - SANDRO CASSIANO ESTEVES
    14:30 - 14:50 Como ser um bom revisor?
    Palestrante - LEONARDO OLIVEIRA REIS
    14:50 - 15:20 Casos práticos: revisões de alguns artigos
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
    15:20 - 15:40 Como usar o Scholar One
    Palestrante - LUCAS MENDES NOGUEIRA
    15:40 - 16:00 Dúvidas e Discussão
    14:00-16:00 Curso Teórico C30 - UROLOGIA DE CONSULTÓRIO
    Sala 3 | 4
     

    Introdução
    O curso de “urologia de consultório” é destinado à todos colegas urologistas interessados em adquirir novos conhecimentos para doenças ou situações do cotidiano do consultório urológico. O curso deve abordar os princípios da clínica da avaliação diagnóstica e o conhecimento terapêutico mais atual. No final do curso os palestrantes participam de uma sessão de perguntas realizados pelos participantes.

    Objetivos
    Ao término do curso é esperado que o participante esteja apto de reconhecer, avaliar, diagnosticar e conduzir de forma adequada cada um dos tópicos abordados.

    Tópicos
    Infecções genito-urinárias de repetição, Avaliação da saúde masculina , Condiloma recidivado, Orquialgia crônica, Hemospermia, Vacinação em meninos para HPV, Varicocele na infância e adolescência.

    Coordenador
    Dr. Hudson de Lima
    14:00 - 14:05 Abertura e Boas-vindas
    Palestrante - HUDSON DE LIMA
    14:05 - 14:20 Checkup do homem: O que o urologista pode e deve fazer.
    Palestrante - FERNANDO MEYER
    14:20 - 14:35 Condiloma recidivante
    Palestrante - EYDER LEITE FERREIRA
    14:35 - 14:50 Varicocele na infância e adolescência: Como avaliar e agir?
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    14:50 - 15:05 Como avalio e conduzo lesões genitais dermatológicas?
    Palestrante - HUDSON DE LIMA
    15:05 - 15:20 Hemospermia
    Palestrante - FERNANDO MEYER
    15:20 - 15:35 Orquialgia crônica: Existe tratamento?
    Palestrante - EYDER LEITE FERREIRA
    15:35 - 15:50 Devemos vacinar de rotina todos meninos?
    Palestrante - CARLOS TEODÓSIO DA ROS
    15:50 - 16:00 Perguntas da Platéia/Encerramento
    14:00-17:00 Curso Teórico C38 - VÍDEOS COMENTADOS EM INFERTILIDADE MASCULINA
    Sala A
     

    Coordenadores
    Dr. Marcello Cocuzza
    Dr. Sandro Esteves
    Dr. Marcelo Vieira
      Módulo 1 – Tratamento cirúrgico da infertilidade Masculina
    14:00 - 14:10 Detalhes técnicos da microcirurgia
    Palestrante - BRUNO CAMARGO TISEO
    5 min Discussão
    14:15 - 14:25 Vasovasoanastomose microcirúrgica
    Palestrante - MARCELO VIEIRA
    5 min Discussão
    14:30 - 14:40 Vasoepididimoanastomose microcirúrgica
    Palestrante - JORGE HALLAK
    5 min Discussão
    14:45 - 14:55 Orquiectomia Parcial Microcirúrgica com preservação de fertilidade
    Palestrante - JORGE HALLAK
    5 min Discussão
    15:00 - 15:10 Varicocelectomia microcirúrgica com uso do Doppler intraoperatório
    Palestrante - MARCELLO ANTONIO SIGNORELLI COCUZZA
    5 min Discussão
    15:15 - 15:25 Correção transuretral do cisto do ducto ejaculador
    Palestrante - MARCELLO ANTONIO SIGNORELLI COCUZZA
    5 min Discussão
      Módulo 2 – Captação de espermatozóides no tratamento da azoospermia
    15:30 - 15:40 Detalhes técnicos da ICSI
    Palestrante - SANDRO CASSIANO ESTEVES
    5 min Discussão
    15:45 - 16:00 Obtenção de espermatozoides em Azoospermia Obstrutiva (PESA e MESA)
    Palestrante - SANDRO CASSIANO ESTEVES
    5 min Discussão
    16:05 - 16:15 Punção aspirativa do testículo – TESA
    Palestrante - MARCELO VIEIRA
    5 min Discussão
    16:20 - 16:30 Biopsia testicular múltipla (TESE)
    Palestrante - MARCELO VIEIRA
    5 min Discussão
    16:35 - 16:45 Microdissecção testicular – (micro TESE)
    Palestrante - SANDRO CASSIANO ESTEVES
    5 min Discussão
    04 de novembro | Quarta-feira
    Plenária
    08:30-09:00 Palestra O esfincter urinário brasileiro
      Palestrante - JOÃO LUIZ AMARO
    09:00-09:20 Palestra DST 2015: Diagnóstico e Condutas de 1ª e 2ª linhas pelo Ministério da Saúde
    09:00 - 09:10 Sífilis, Chlamydia, Blenorragia
    Palestrante - SYLVIO QUADROS MERCÊS JUNIOR
    09:10 - 09:20 Diagnóstico e tratamento das lesões causadas pelo HPV
    Palestrante - ALBERTO ROSENBLATT
    09:20-09:35 Palestra Urologia de consultório: Balanopostites de repetição, orquiepididimite, lesões dermatológicas
      Palestrante - WAGNER COELHO PORTO
    09:35-09:45 Palestra Complicações de Slings na Mulher
      Palestrante - VALTER MÜLLER
    09:45-09:55 Pílulas de MBE Terapia hormonal intermitente vs contínua no CaP metastático
      Palestrante - LÚCIO FLÁVIO GONZAGA SILVA
    09:55-10:05 Palestra Integração da RM multiparamétrica na abordagem do paciente com câncer da próstata
      Palestrante - LEONARDO KAYAT BITTENCOURT
    10:05-11:30 Fogo cruzado – controvérsias em Urologia 
    10:05 - 10:26 Vasovasostomia vs ICSI
    Moderador - REGINALDO MARTELLO
      Vasovasostomia
    Palestrante - MARCELO HORTA FURTADO
      ICSI
    Palestrante - MATHEUS TEIXEIRA ROQUE
      Discussão
    10:26 - 10:47 Ondas de choque (LECO) vs ureteroscopia flexível na nefrolitíase piélica <1,5 cm
    Moderador - MARCO ANTONIO QUESADA RIBEIRO FORTES
      LECO
    Palestrante - LUIZ EDISON SLONGO
      Ureteroscopia flexível
    Palestrante - ERNESTO REGGIO
      Discussão
    10:47 - 11:08 Neuromodulação vs toxina botulínica na hiperatividade detrusora idiopática
    Moderador - FABRÍCIO LEITE DE CARVALHO
      Neuromodulação
    Palestrante - LUIS AUGUSTO SEABRA RIOS
      Toxina botulínica
    Palestrante - JOSÉ CARLOS CEZAR I. TRUZZI
      Discussão
    11:08 - 11:30 Tratamento Focal vs PR no CaP
    Moderador - MISAEL WANDERLEY DOS S.JÚNIOR
      Tratamento Focal
    Palestrante - STÊNIO DE CÁSSIO ZEQUI
      PR
    Palestrante - DANTE SICA FILHO
      Discussão
    11:30-11:50 Conferência Passado, presente e futuro da HPB
      Palestrante - VALDEMAR ORTIZ
    11:50-12:00 Encerramento 
      Palestrante - CARLOS EDUARDO CORRADI FONSECA
    31 de outubro | Sábado
    Cursos
    08:00-12:00 Curso Teórico C17 - FISIOTERAPIA EM UROLOGIA: ABORDAGEM TEÓRICA E NOÇÕES PRÁTICAS
    Sala A
     

    Introdução
    É destinado aos profissionais da saúde interessados em fisioterapia pélvica e que queiram adquirir conhecimentos sobre sua aplicação.
    O conteúdo inclui a abordagem da fisioterapia pélvica aplicada à urologia, ginecologia, obstetrícia e proctologia.

    Diferencial
    a possibilidade de interação dos assuntos abordados nas principais disfunções pélvicas e informações técnicas de como aplicar na prática clínica.

    Objetivos
    Ao término do curso os participantes deverão ser capazes de compreender em quais disfunções a fisioterapia pélvica é indicada, identificar os possíveis tratamentos e indicações.

    Tópicos
    • Incontinência Urinária
    • Incontinência Fecal
    • Constipação
    • Urodinâmica
    • Bexiga neurogênica
    • Dor pélvica
    • Pós parto
    • Gestação de risco
    • Gameterapia

    Coordenadores
    Dr. André Cavalcanti
    Ericka Kirsthine Valentin
    Virginia Riccobene
    08:00 - 08:05 Abertura
    08:05 - 08:20 O uso de videogames associado ao EMG na fisioterapia pélvica
    Palestrante - ERICKA KIRSTHINE VALENTIN
    08:20 - 08:35 Urodinâmica para fisioterapeutas
    Palestrante - CARLA MENDES TORRIERI
    08:35 - 08:50 Como basear seu tratamento em evidências científicas
    Palestrante - ADÉLIA CORREIA LÚCIO GIRARDI
    08:50 - 09:05 Prostatectomia radical
    Palestrante - PATRÍCIA ZAIDAN
    09:05 - 09:20 Atuação da fisioterapia pélvica no pós operatório de reconstrução de uretra
    Palestrante - VIRGINIA MARTELLO RICCOBENE
    09:20 - 09:35 Incontinência fecal
    Palestrante - JULIANI BITTENCOURT
    09:35 - 09:50 Fisioterapia pélvica na constipação
    Palestrante - ELIANE DE SANTA ANNA GOUVEIA
    09:50 - 10:10 Intervalo
    10:10 - 10:25 Incontinência urinária e envelhecimento
    Palestrante - CLÁUDIA ROSENBLATT HACAD
    10:25 - 10:40 Vulvodínia
    Palestrante - MÔNICA SANTOS LOPES
    10:40 - 10:55 Vaginismo
    Palestrante - FERNANDA PACHECO OLIVEIRA PUPO
    10:55 - 11:10 Fisioterapia pélvica na disfunção sexual masculina
    Palestrante - MAURO BARBOSA JUNIOR
    11:10 - 11:25 Eletroestimulação para disfunção erétil
    Palestrante - CRISTIANE CARBONI FORNARI
    11:25 - 11:40 Fisioterapia no pré parto e parto
    Palestrante - DOMINIQUE KLACZKO
    11:40 - 11:55 Fisioterapia no pós parto
    Palestrante - ELIANE DE OLIVEIRA GUEDES DE AGUIAR
    09:00-12:00 Curso Teórico C19 - ENFERMAGEM EM UROLOGIA E CUIDADOS ESPECIALIZADOS
    Sala B
     

    Introdução
    O conhecimento da equipe de enfermagem sobre os cuidados no pré, trans e pós operatório são fundamentais para o monitoramento e implementação de ações que impactam
    positivamente a prática clínica.
    A iniciativa global Cirurgias Seguras Salvam Vidas visa a redução de danos ao paciente por intermédio de uma assistência cirúrgica mais segura.
    Dentre as complicações mais comuns em pacientes cirúrgicos pode-se citar a trombose venosa profunda (TVP) e a infecção do sítio cirúrgico (ISC).
    A principal causa da TVP é a imobilidade prolongada. É a maior causa de morbidade e mortalidade em pacientes hospitalizados.
    A ISC é um agravo importante que pode levar a um aumento do tempo de
    internação e repercussões físicas e emocionais ao paciente. As medidas de prevenção da ISC representam uma das prioridades do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH).

    Diferencial
    Abordagem das principais complicações em pacientes cirúrgicos e ações de enfermagem para prevenção, focando-se a ótica da iniciativa global Cirurgias Seguras Salvam Vidas.

    Tópicos
    • Iniciativa global Cirurgias Seguras Salvam Vidas
    • Ações de enfermagem de prevenção de complicações no pré, trans e pós operatório de cirurgia urológica

    Organização
    Enfermeira Raquel Calado da Silva Gonçalves
    09:00 - 10:50 Cirurgia Segura: prevenção no pré, trans e pós operatório da cirurgia urológica
    Palestrante - ELIETE LANNES MOURA DE OLIVEIRA
    09:00 – 09:50 Iniciativa global Cirurgias Seguras Salvam Vidas
    09:50 – 10:00 Intervalo
    10:00 – 10:40 Ações de enfermagem de prevenção de complicações no pré, trans e pós operatório de cirurgia urológica
    10:40 – 10:50 Espaço para dúvidas
    11:00 - 12:00 Feridas e estomias: cuidados ao paciente urológico
    Palestrante - VANESSA OLIVEIRA GUIMARÃES DOS SANTOS
      O cuidado com estomas urinários abrange não somente aspectos técnicos, mas exige o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar atuante nas fases pré, trans e pós-operatórias, a fim de assegurar boa da qualidade de vida ao paciente. Nos últimos anos, o desenvolvimento das técnicas cirúrgicas, a qualidade do material utilizado e a especialização dos enfermeiros tem favorecido uma melhoria da qualidade de vida dos portadores de estomias urinárias. Desta forma, serão abordados os tipos de estomias urinárias, os cuidados dispensados a elas e a escolha correta dos dispositivos e adjuvantes, sempre enfocando o papel ativo do enfermeiro no processo de reabilitação do paciente estomizado. Nesse sentido também será discutido os cuidados básicos com as feridas.
      • Cuidados básicos com feridas
      • Tipos de estomias urinárias
      • Cuidados com estomias urinárias
      • Ações de enfermagem no processo de reabilitação do paciente estomizado
    13:00-16:00 FÓRUM F1 - 1º Fórum das Médicas Urologistas do Brasil
    Sala B
     

    Coordenadoras
    Dra. Miriam Aitken Koschorke
    Dra. Maria Cristina Dornas
    Dra. Nancy Tamara Denicol
    Dra. Miriam Dambros Lorenzetti
    13:00 - 13:05 Palestra de Apresentação
      Palestrante - MARIA CRISTINA DORNAS
      Palestrante - NANCY TAMARA DENICOL
      Mesa Redonda 1: Novas Pesquisas e Tecnologias na Urologia
    Moderadora - JOSELITA VIRGINIA DOS SANTOS SOARES
    13:05 - 13:20 Cirurgia robótica na urologia feminina
    Palestrante - KATHLEEN KOBASHI
    13:20 - 13:35 Cirurgia videolaparoscópica e robótica na uro-oncologia
    Palestrante - RACHEL BARBEDO PEDROSA
    13:35 - 13:50 Pesquisa em Urologia
    Palestrante - ELIETE BOUSKELA
    13:50 - 14:00 Discussão
      Mesa Redonda 2: Administração de Carreira Pós-Residência Médica: Como iniciar minha carreira?
    Moderadora - NANCY TAMARA DENICOL
    14:00 - 14:15 Como me dedicar a carreira docente? Prós e contras
    Palestrante - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    14:15 - 14:30 Como me dedicar a carreira assistencialista? Prós e contras
    Palestrante - CAMILA RODRIGUES
    14:30 - 14:40 Discussão
    14:40 - 14:45 Intervalo
      Mesa Redonda 3: Disfunções Miccionais
    Moderadora - FERNANDA ROCHA PERRONE
    14:45 - 15:05 Neuromodulação sacral: presente e futuro
    Palestrante - STEPHANIE KNÜPFER
    15:05 - 15:20 Casos Clínicos: Neurourologia
    Palestrante - MIRIAM ALMUT BARBARA AITKEN KOSCHORKE
    15:20 - 15:35 LUTS - Velhos sintomas, novas perspectivas
    Palestrante - MIRIAM DAMBROS LORENZETTI
    15:35 - 15:50 Casos Clínicos: LUTS
    Palestrante - MARIA CRISTINA DORNAS
    15:50 - 16:00 Discussão
    14:00-17:00 Curso Teórico C18 - INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA
    Sala A
     

    Introdução
    Na atualidade cada vez mais o papel do instrumentador cirúrgico se faz presente na otimização e no resultado positivo nas cirurgias.
    A reciclagem e conhecimento dos profissionais instrumentadores cirúrgicos pelas atualidades desde técnicas modernas utilizadas pelos cirurgiões e OPME , faz com que buscamos o nosso aprimoramento técnico.

    Diferencial
    Evento tem como principais diretrizes :
    1. Abordagem os principais temas sobre as atualidades e tendências cirúrgicas na urologia,
    2. Atuar enfaticamente na valorização e defesa dos instrumentadores cirúrgicos, e em parceria com SBU Nacional e empresas especialidade Urologia.
    3. Estimular o reconhecimento dos instrumentadores cirúrgicos pelos urologistas.

    Coordenadora
    Regiane Gama Xavier
    14:00 Abertura
    14:00 - 14:30 Painel: Cálculos ureterais, como agendar e solicitar material OPME correto
    Palestrante - WILSON PINTO
    14:30 - 15:00 Painel: Indicações e mudanças tratamento cirúrgico HPB
    Palestrante - GIOVANNI DEMARTINO
    15:00 - 15:10 Intervalo
    15:10 - 15:50 Sistema de hemostasia por energia para vídeo cirurgia e cirurgia convencionais
    Palestrante - ROSENBERG ROSA
    15:50 – 16:30 Painel: Fio sutura fechamento da atualidade
    Palestrante - RENATA ANDRADE
    16:30 – 17:00 Painel: Cirurgia robótica avanço medicina em indicações cirúrgicas
    Palestrante - REGIANE GAMA XAVIER

    Patrocínio